Ir para o conteúdo

jurubebadigital

Voltar a JurubebaDigital
Tela cheia

Neymar prova de seu veneno

3 de Junho de 2019, 19:11 , por ACMDSilva - | No one following this article yet.
Visualizado 99 vezes

Segunda-feira da ressaca o país mergulhado no noticiário sobre o "susposto" estupro de Neymar Jr.

O chamado "craque" da seleção brasileira jurou inocência, mas ao tentar justificá-la divulgou dados pessoais e imagens ilegais da referida jovem que o denunciou.

A divulgação dos dados e Imagem da pivô das denúncias se deu sob responsabilidade do apresentador do grupo bandeirantes (BAND) - Datena. Segundo seguimentos da imprensa esse concluído do âncora policial teve a participação do pai de Neymar.

Numa certa vez, Neymar ao ser entrevistado para um programa de talk show paulistano, assumiu seu apoio na última campanha eleitoral presidencial a favor de Bolsonaro. Segundo o "craque", LULA e sua família eram todos corruptos e mereciam apodrecer na prisão. Neymar não exitou em negar a presunção da inocência ao ex-presidente e sua família.

O episódio do "susposto" estupro até que apure os fatos não há motivos para precipitadamente condená-lo em praça pública. Não se poderá negar o direito da presunção da inocência, mesmo que ELE tenha publicamente negado ao ex-presidente e sua família.

No entanto, Neymar, seu pai e o troglodita policial Datena no afã de defendê-lo, expuseram ilegalmente os dados e imagem da jovem mulher. Neste caso, podem ter cometidos crimes ilegais na web, e, sendo assim, a lei não pode ser ignorada. Perdeu playboy provou de seu próprio veneno.

 

 

 


Tags deste artigo: crimes da web