Ir para o conteúdo

News

Tela cheia Sugerir um artigo

Economia

28 de Fevereiro de 2014, 13:41 , por Blogoosfero - | No one following this article yet.

Dólar supera R$ 4. Disney dançou, coxinha!

23 de Agosto de 2018, 8:11, por Desconhecido

Por Altamiro Borges

Nas marchas golpistas pelo impeachment uma foto viralizou nas redes sociais. Um típico “coxinha”, vestindo a camiseta amarela da “ética” CBF, carregava um menino que exibia o cartaz: “Quero ir para Disney. Fora Dilma”. A criança está perdoada pela ingenuidade. Já o pretenso pai ou era um otário, manipulado pela mídia, ou era um rentista metido a esperto. Passados dois anos do golpe, neste fatídico final de agosto, o dólar fechou nesta terça-feira (21) acima dos quatro reais – a maior cotação do período recente. Ou seja, a viagem à Disney, Miami ou Paris dançou. A promessa de que o Brasil viraria um paraíso com a deposição autoritária da presidenta eleita – alardeada pela imprensa venal – só serviu para enganar os babacas – ou os "patetas" da Disney.

A economia brasileira ruma para o desfiladeiro, com milhões de desempregados e milhões de placas de vende-se ou aluga-se. O país está falido. Alçada ao poder pela cloaca empresarial e pelos “midiotas”, a quadrilha de Michel Temer está destruindo o Brasil. Diante da evidente tragédia, a mídia golpista ainda tenta disfarçar o seu crime. Até o mês passado, ela afirmava que a economia estagnou por culpa da greve dos caminhoneiros – isentando de culpa a política criminosa de aumento dos preços do combustível da direção entreguista da Petrobras ao sabor do mercado internacional. Agora, os “calunistas” da mídia juram que a alta do dólar decorre da proximidade das eleições e do temor que as forças de esquerda voltem ao governo pelas urnas.

Segundo a moribunda Folha, “o dólar fechou acima de R$ 4 nesta terça-feira (21) pela primeira vez desde fevereiro de 2016, conforme o mercado reagiu as pesquisas eleitorais que indicam Geraldo Alckmin (PSDB) com dificuldades para deslanchar e um possível substituto de Lula (PT) com chances de chegar ao segundo turno. A moeda americana subiu 2,04% e terminou cotada a R$ 4,039 – o maior patamar desde 8 de janeiro de 2016 (quando foi a R$ 4,04). O Ibovespa, índice que reúne as ações mais negociadas no Brasil, recuou 1,50%, para 75.180,38 pontos, na mínima em seis semanas”.

Ainda de acordo com o jornal, “os investidores reagiam desde cedo aos resultados da pesquisa Ibope, divulgada na noite desta segunda-feira. Num cenário sem o ex-presidente Lula, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) lidera as intenções de voto à Presidência, com 20%. Ele é seguido por Marina Silva, com 12%, e Ciro Gomes, com 9%. Alckmin, o candidato preferido pelo mercado, teria 7%, tecnicamente empatado com o provável substituto de Lula, o ex-prefeito Fernando Haddad, com 4%. O mau humor dos investidores foi acentuado por uma ação para evitar perdas maiores, dizem profissionais do mercado”.

Aonde será que o pai e o filho, que ganharam fama na marcha dos coxinhas na Avenida Paulista, enfiaram aquele cartaz?



10 mil famílias vão morar na rua e isso vira uma notícia boa no Jornal Nacional

22 de Agosto de 2018, 10:05, por Desconhecido

É o milagre da televisão Brasileira. Entre 2015 e 2017, período do golpe parlamentar de 2016, a Caixa Econômica Federal, banco público, aumentou em 150% o número de imóveis que pôs a leilão. São imóveis retirados de famílias que não conseguiram pagar as prestações. Em 2015, ainda no governo Dilma Rousseff (PT), eram 4 mil […]



Brasil, país de banqueiros, bancadas e bancarrotas

11 de Agosto de 2018, 8:15, por Desconhecido

Na minuta contratual há cláusulas em letras microscópicas impondo tantas exigências e, examinadas todas, alguma sempre faltará, detalhe que não escapa dos olhos magistrais da imensa maioria dos juízes e seus exércitos de assessores. Isso é a soma dos nossos dias e a síntese de nossa tragédia social.

 

Por Maria Fernanda Arruda – de Brasília

 

Brasil atual, país de banqueiros, bancadas, bancarrotas, bi isso, bi aquilo, burrices, blindagens, bandidos palacianos, isso só com a letra ‘b’. Acrescentemos um pouco mais: Você acaso caiu no conto da carta de crédito imobiliário do Bradesco? É pior que ser emboscado pelo Leatherface, o facínora do Massacre da Serra Elétrica.

Maria Fernanda Arruda escreve para o Correio do BrasilMaria Fernanda Arruda escreve para o Correio do Brasil

Adquirir e pagar, nada complicado, só sorrisos. Acessar os recursos comprados nem Kafka imaginaria tanto. Você vai àquele difícil personagem do atendimento pessoal, atravessa portas giratórias sob os olhos vigilantes dos seguranças, apresenta comprovantes, alguém os confere e sempre, sempre, falta algum documento, um carimbo, até selagem de anel dos reis da Dinamarca nalgum canto de algum envelope.

Enquanto isso, vão empurrando, acuando, humilhando. Cansado, crente nesse judiciário oligárquico, você contrata um advogado, aciona o banco. As decisões, misericórdia, com aquelas raríssimas exceções recorríveis ad infinitum, ainda vão condená-lo a pagar honorários de sucumbência. Banco tem sempre razão.

Raquetadas

Na minuta contratual há cláusulas em letras microscópicas impondo tantas exigências e, examinadas todas, alguma sempre faltará, detalhe que não escapa dos olhos magistrais da imensa maioria dos juízes e seus exércitos de assessores. Isso é a soma dos nossos dias e a síntese de nossa tragédia social.

E de nada adiantam os procons da vida, as ouvidores, os SACs automatizados que o transformam em bolinhas de ping-pong. Você virá suco de raquetadas.

Quer adquirir um imóvel?

Reze um milhão de Padre-Nossos, um bilhão de Aves-Marias, pague dízimos ao Emir, aquele da Universal, faça uma apostinha na Mega que, se o Cunha não ganhar, você enfim poderá ser um feliz ganhador.

Maria Fernanda Arruda é escritora e colunista do Correio do Brasil.



Gasômetro explode na Usiminas e assusta os moradores vizinhos

10 de Agosto de 2018, 16:58, por Desconhecido

De acordo com imagens e relatos de moradores nas redes sociais, a explosão ocorreu em algum momento durante o dia. As imagens mostram fumaça escura e pessoas apressadas reclamando do odor de gás

Por Redação, com ABr – de Brasília

Uma forte explosão assustou os moradores de Ipatinga, na região do Vale do Aço, em Minas Gerais – a 220 quilômetros de Belo Horizonte. Em nota divulgada pela assessoria de comunicação, a empresa confirmou a ocorrência de uma explosão em um gasômetro da Usina de Ipatinga, em Minas Gerais. Não há informações sobre feridos nem mortos, segundo a empresa.

Explosão em gasômetro da Usiminas assusta moradores de Ipatinga

O Corpo de Bombeiros esteve na região. A área em torno da usina foi evacuada, residências, escolas e comércio. Uma equipe de brigadistas esteve na usina para fiscalizar se houve vazamento de gás. Por precaução, a canalização de gás foi bloqueada.

De acordo com imagens e relatos de moradores nas redes sociais, a explosão ocorreu em algum momento durante o dia. As imagens mostram fumaça escura e pessoas apressadas reclamando do odor de gás. A Usiminas não forneceu detalhes sobre o acidente.

A Usiminas tem forte atuação no setor siderúrgico, produzindo e comercializando planos laminados a frio e a quente, bobinas, placas e revestidos. É destaque no setor na América Latina. A sede administrativa é em Belo Horizonte.



Ford e o sistema financeiro, 1922

1 de Agosto de 2018, 8:29, por Blogoosfero



Notícias

News

Minha rede

Faça uma doação