Ir para o conteúdo

Terra Sem Males

Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

Acordo mantém resistência nas ruas do entorno da PF em Curitiba

17 de Abril de 2018, 9:17 , por Terra Sem Males - | No one following this article yet.
Visualizado 26 vezes

Confira imagens de Joka Madruga do Acampamento Lula Livre da noite de domingo (15) e de segunda (16).

Na segunda-feira, 16 de abril, as organizações que mantém as atividades políticas, ativistas e culturais no Acampamento Lula Livre informaram que, após a aplicação de multa diária de R$ 500 mil, as barracas de pernoite e estrutura de cozinha dos acampados começaram a ser transferidas nesta terça-feira, 17, para um terreno que fica na Rua Joaquim Nabuco com a Rua São João, a três quadras do acampamento. As atividades de resistência permanecem onde estão, logo após o perímetro de isolamento da sede da Polícia Federal, onde Lula está preso, em Curitiba.

A semana começou com a visita do deputado Rui Pimenta e do senador Lindberg Alves, que estiveram ao lado da presidenta do PT, senadora Gleisi Hoffmann, no ato político em que ela leu para a multidão uma carta enviada pelo presidente Lula, sobre as atividades de mobilização no acampamento:

Eu ouvi o que vocês cantaram. Estou muito agradecido pela resistência e presença de vocês neste ato de solidariedade. Tenho certeza que não está longe o dia em que a Justiça valerá a pena. Na hora em que ficar definido que quem cometeu crime seja punido. E que quem não cometeu seja absolvido. Continuo desafiando a Polícia Federal da Lava Jato, o Ministério Público da Lava Jato, o Moro e a segunda instância a provarem o crime que alegam que eu cometi. Continuo acreditando na Justiça e por isso estou tranquilo, mas indignado como todo inocente fica indignado quando é injustiçado.

Grande abraço e muito obrigado

Luiz Inácio Lula da Silva

Senadora Gleisi lê carta de Lula. Acampamento Lula Livre. 16/04/2018. Foto: Joka Madruga/ Agência PT Deputado Rui Pimenta no Acampamento Lula Livre. 16/04/2018. Foto: Joka Madruga/ Agência PT Deputado Lindberg Alves no Acampamento Lula Livre. 16/04/2018. Foto: Joka Madruga/ Agência PT

Ainda na segunda-feira, no litoral de São Paulo, Guilherme Boulos liderou uma ocupação do triplex do Guarujá, motivação judicial da prisão de Lula, junto a membros da Frente Povo Sem Medo e do MTST. De lá, o pré-candidato à presidência, que defende o direito de Lula ser candidato também e reafirma que ele é preso político, realizou uma transmissão ao vivo pelas redes sociais para mostrar as condições precárias dentro do imóvel.

Na manhã desta terça-feira, 17 de abril, o instituto Vox Populi divulgou pesquisa em que Lula mantém a liderança de preferência de voto, mesmo preso. A pesquisa também avaliou a opinião popular sobre sua prisão. 41% dos pesquisados consideram que o ex-presidente foi condenado sem provas; 44% consideram a prisão injusta e 58% que ele tem o direito de ser candidato, tendo 39% de preferência de voto.

O dia 17 de abril também marca ações de ocupação do MST em todo o país em memória dos 21 anos do Massacre de Eldorado dos Carajás e os dois anos de golpe.

Confira outras imagens do acampamento de resistência:

Acampamento Lula Livre. 16/04/2018. Foto: Joka Madruga/ Agência PT Acampamento Lula Livre. 16/04/2018. Foto: Joka Madruga/ Agência PT Acampamento Lula Livre. 16/04/2018. Foto: Joka Madruga/ Agência PT Acampamento Lula Livre. 16/04/2018. Foto: Joka Madruga/ Agência PT Acampamento Lula Livre. 16/04/2018. Foto: Joka Madruga/ Agência PT Padre Luiz, da Paróquia Nossa Senhora da Paz em Curitiba, abençoa um terço no Acampamento #LulaLivre em Curitiba-PR, que será entregue ao presidente Lula. 16/04/2018. Foto: Joka Madruga/ Agência PT Show de Renegado no Acampamento Lula Livre. 15/04/2018. Foto: Joka Madruga/ Agência PT

Por Paula Zarth Padilha
Fotos Joka Madruga/Agência PT
Terra Sem Males


Fonte: http://www.terrasemmales.com.br/acordo-mantem-resistencia-nas-ruas-de-curitiba/