Ir para o conteúdo

Terra Sem Males

Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

Integrantes do MST fazem mutirão de doação de sangue em Curitiba

10 de Abril de 2019, 14:50 , por Terra Sem Males - | No one following this article yet.
Visualizado 15 vezes

Ato faz parte da programação da Jornada de Lutas de Abril

Cerca de 60 militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) doaram sangue nesta terça-feira (9) no Hospital Santa Casa e no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar), ambos na capital paranaense.

O ato de solidariedade é parte da programação da Jornada de Lutas de Abril, que tem a participação de 700 integrantes do MST de todo o Paraná e segue até quarta-feira (10), em Curitiba.

“Doar sangue é contribuir com vidas. Nós do MST levamos ponto positivo com esta ação, pois parte da sociedade pensa que somos terroristas. Mas hoje estamos aqui salvando vidas e provando que não somos o que dizem”, afirmou Sirlei Morais, militante do MST da região Norte.

Segundo a enfermeira Liana de Souza, no Hemepar, são necessárias 150 bolsas de sangue diariamente, para distribuir a 49 hospitais. Nem todos os dias essa quantidade é atingida. Por isso, é importante que movimentos e organizações também se mobilizem.

“Esse tipo de iniciativa ajuda a divulgar para outras pessoas e grupos a importância da doação ou mesmo das informações recebidas aqui. Doar sangue é um grande gesto de solidariedade, porque não existe um substituto para o sangue”, diz Liana.

Antes da doação, as pessoas passam por uma triagem, que serve tanto para proteger quem doa quanto quem recebe. De cada doador, são retirados 450 ml de sangue.

“Me sinto feliz em saber que estou ajudando salvar vidas, me sinto um herói. Pretendo continuar a doar sempre que possível”, afirma Matheus da Silva, do MST do Noroeste do Paraná.

Diferente de Matheus e Sirlei, não foi desta vez que Jaqueline Fernandes, da região Centro Oeste, conseguiu doar. “Não pude, pois estou fora do peso, fiz tatuagens há poucos dias e estou resfriada. Mas achei muito importante ter vindo porque agora sei melhor dos processos e pretendo doar quando estiver apta”, comentou.

Jornada de Lutas

Todos os anos, no mês de abril, o MST promove a Jornada Lutas, que faz referência ao massacre ocorrido em Eldorado dos Carajás, no Pará, em 1996, quando 21 trabalhadores Sem Terra foram assassinados pela Polícia Militar.

As pautas deste ano são pela liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em defesa da aposentadoria pública digna e por reforma agrária.

Por Juliana Barbosa e Fernanda Almeida
Foto: Bruno Alves 


Fonte: http://www.terrasemmales.com.br/integrantes-do-mst-fazem-mutirao-de-doacao-de-sangue-em-curitiba/