Ir para o conteúdo
ou

Blogoosfero
beta

Verdade ou Mentira?

Seja curioso, não entre...

 Voltar a Verdade ou mentira
Tela cheia

Contra a redução da maioridade- Argumentos Emocionais 1

21 de Agosto de 2014, 15:57 , por Rafael Pisani Ribeiro - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 428 vezes
Licenciado sob CC (by-nc-sa)

 

Vamos a alguns argumentos sobre a Maioridade penal.

 

Argumentos emocionais:

 

A vida no crime é fácil: Entrou na classe dos argumentos emocionais por encobrir um sentimento de vingança. Seu fator racional será abordado em outra classe, basta dizer nesse momento o sentimento de ódio encoberto por tal argumento.

 

Lei de talião[1]:  Essa é a lei resumida pela frase “Olho por Olho, dente por dente”. Dessa forma significa dizer que se eu te roubei, você me rouba, se te tiro um braço, você me tira outro. Se te mato, você me mata. Se resume ao argumento da vingança, e não resolução. Na realidade encobre a ideia de um sentimento de vingança, por isso se integra no grupo de argumentos emocionais.

Queria ver se fosse com você[2]: Esse é um argumento que de tão ruim nem deveria ser considerado. Sendo seres humanos é comum ficarmos com muita raiva e agirmos sem pensar em certas situações. Porém, muitas das vezes que assim agimos estamos errados e não racionalizamos as conseqüências. Muitos ficariam dessa forma caso ocorresse, porém isso não invalidaria toda uma gama de argumentos.

É simplesmente uma reação emocional descontrolada. E mesmo apesar da raiva o caso da jornalista mostrada no  link que foi estuprada por um menor de idade é contra a redução. Da a ideia de que nem todos agiriam assim.  Invertamos então a relação. E se disséssemos: “e se o menor fosse seu filho?”.  São os dois lados desse argumento emocional. Se esse mesmo indivíduo mata alguém de sua família a situação fica ainda mais paradoxal.

De forma geral, esses são argumentos que tem um valor mais social, isto é, atinge o ápice do individual, dos valores e é geralmente sobre eles que se apóia. De fato não são argumentos cabíveis para comprovar ou não a necessidade e/ou eficácia da redução.  Enfim, são argumentos que são puramente emocionais, sem base argumentativa alguma de fato.

 

Lembrem- se de referenciar a fonte caso utilizem algo deste blog. Dúvidas, comentários, complementações? Deixe nos comentários.

 

Escrito por: Rafael Pisani

 

Referências:

 

Disponível em: http://rafaelfernandesonlline.wordpress.com/2012/05/09/a-lei-de-taliao-conceito-e-origem/  . Rafael Fernandes / http://rafaelfernandesonlline.wordpress.com .  Data de acesso: 17 de Agosto de 2014

 

Disponível em: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=517417391651666&set=a.245848448808563.60905.100001502285703&type=1&ref=nf .Facebook . Data de acesso: 23 de maio de 2013

 

Disponível em: http://www.pragmatismopolitico.com.br/2013/04/estuprada-por-adolescente-jornalista-e-contra-a-reducao-da-maioridade-penal.html . Pragmatismo político  .  Data de acesso: 27 de maio de 2013

 

 


Tags deste artigo: redução da maioridade- argumentos ideológicos e emocionais

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos realçados são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.