Ir para o conteúdo
ou

Blogoosfero
beta

Verdade ou Mentira?

Seja curioso, não entre...

 Voltar a Verdade ou mentira
Tela cheia

Contra a Redução da maioridade - o crime e o bandido?

21 de Agosto de 2014, 16:07 , por Rafael Pisani Ribeiro - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 335 vezes
Licenciado sob CC (by-nc-sa)

 

 Dando para a palavra uma simples definição diria ser alguém ou um grupo fora da lei. No entanto, fazer isso é quase um crime contra o pensamento. É uma forma muito rasa de definição. Fazendo uma abstração um crime é algo ocorrido no “espaço” de domínio de uma regra contrário a essa regra. Portanto, para essa regra isso é um crime. Isso então nos coloca frente a moral, um estudo sociológico. O roubar é um crime porque está fora da lei e é imoral, afinal por meios desonestos estamos tomando vantagem diante da exploração ou aproveitamento do outro.

A contrariedade é que vários atos desse tipo como empréstimos bancários, mesmo constituindo aproveitamento pela ingenuidade do outro não são considerados crimes, afinal estão dentro da lei. O capitalismo prega o sucesso a partir da exploração do outro. Então, algo há de errado nessa noção de crime.

O crime então se classifica como exploração do outro em um contexto e sujeito específicos. Dito de outra forma, certas explorações são permitidas, legalizadas e morais, sendo executadas por sujeitos específicos em contextos específicos. Certas explorações não o são porque ocorrem em um contexto e sujeito específico. Tudo isso permeado pelos conceitos subjetivos da sociedade. O contexto e sujeito específicos são justamente pessoas da classe baixa e a cultura lá formada. Vindo desse grupo tudo parece ser criminalizado. Por isso desconfiamos de ser ladrão aquele vestido de forma simples e suja e confiamos naquele vestido de terno ou algo equivalente a boa aparência, ou seja, visual elitista, da classe alta.

  Portanto, não se tratam de bandidos os agiotas e emprestadores de empréstimo a juros. Estão dentro da lei e representam a classe alta e honrosa da sociedade, a burguesia. O que há então, a se questionar? São eles os representantes do ideal de nossa sociedade. Os heróis quando mais precisamos. Sempre a postos para nos emprestar dinheiro quando necessário. São também os filantropos doando suas fortunas para ajudar a outros. Criadores de campanhas humanitárias, sempre dispostos a se sacrificarem por outros. Por isso sempre dão um jeito de “criar” criminosos ou grandes problemas a se combater.  Em 1964 os comunistas. Em seguida inflação, migração nordestina, programas sociais, corrupção, impostos etc.. Agora demonstram como solução a redução da maioridade penal.[1] Afinal, o que é “crime” e o que é o bandido?

 

 Lembrem- se de referenciar a fonte caso utilizem algo deste blog. Dúvidas, comentários, complementações? Deixe nos comentários.

 

Escrito por: Rafael Pisani

 

Referencias:

 

 

 Disponível em: http://www.pragmatismopolitico.com.br/2013/05/reducao-da-maioridade-penal-provoca-histeria-coletiva.html . Pragmatismo político  . Data de acesso: 23 de maio de 2013

 


[1] Fonte da última frase: http://www.pragmatismopolitico.com.br/2013/05/reducao-da-maioridade-penal-provoca-histeria-coletiva.html

 

 

 


Tags deste artigo: redução da maioridade e sociedade

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos realçados são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.