Ir para o conteúdo
ou

Blogoosfero
beta

Verdade ou Mentira?

Seja curioso, não entre...

 Voltar a Verdade ou mentira
Tela cheia

Contra a redução da maioridade- possíveis consequências

21 de Agosto de 2014, 16:06 , por Rafael Pisani Ribeiro - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 328 vezes
Licenciado sob CC (by-nc-sa)

 

 

  A primeira coisa é a necessidade de investigação dos crimes. Já é difícil investigar os atuais, colocando outra classe fica ainda mais difícil. Vamos supor por um momento que assim fosse, apesar de ser só um ideal. Onde colocar os jovens que serão presos? Se for em prisões comuns irão ficar junto aos “adultos” ou serão separados por idade? Será um sistema educativo? Devemos olhar também as conseqüências disso no crime organizado.  Suponhamos por um momento que a punição fosse efetiva.

Os criminosos poderiam passar a usar de jovens abaixo de 16 anos. A solução é propor uma nova redução? Assim sempre haverá reduções constantes. Apareceriam então outras problemáticas e a situação continuaria próxima a atual. Dessa forma a origem do problema estaria novamente sendo ignorada e o ciclo de ação no efeito e não na causa continuaria. Devemos pensar também que a redução da maioridade aos 16 anos levaria a outras conseqüências.

Se um garoto ou garota de 16 anos é considerado adulto ele ou ela podem legalmente fazer filmes pornôs, participarem de revistas pornográficas e outras coisas que podem ser feitas por um adulto, afinal seria dizer que se é adulto aos 16 anos.  Qual a solução?

Suponhamos que não roubem mais e “batalhem” diariamente por sua vida de “forma honesta”. Isso significa a aceitar a exploração por parte da burguesia e não seria solução para sua vida. Na pratica é necessário dar mais educação, melhores escolas, prisões mais educativas e atuações na raiz do problema. Porque as pessoas do Brasil não lutam por mais educação ao invés de redução da maioridade?

 É porque buscamos um imediatismo ilusório para a resolução os problemas. Educação e novos modelos de prisões são necessários. Devemos largar o individualismo e nos responsabilizar por nossos atos vendo a situação como um todo e talvez algo mude. De forma generalista é essa a solução. Abarca tanto ações comunitárias quanto ações individuais. Pode ser feita de tantas formas como trabalhos voluntários, ações políticas, manifestações, acompanhamento de votação de projetos nas câmaras etc... Dessa forma termino este texto: em quem e onde está a solução?

Lembrem- se de referenciar a fonte caso utilizem algo deste blog. Dúvidas, comentários, complementações? Deixe nos comentários.

 Escrito por: Rafael Pisani

 

 


Tags deste artigo: redução da maioridade e sociedade

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos realçados são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.