Ir para o conteúdo
ou

Blogoosfero
beta

Verdade ou Mentira?

Seja curioso, não entre...

 Voltar a Verdade ou mentira
Tela cheia

Que tal um rolezinho?

14 de Abril de 2014, 19:57 , por Rafael Pisani Ribeiro - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 352 vezes
Licenciado sob CC (by-nc-sa)

 

 

Antes de falar dos supostos furtos durante os rolézinhos é útil começar com uma definição prática. São eventos organizados por adolescentes nas redes sociais onde combinam de se encontrar em grupo em um Shopping Center.  Dentre esses jovens, a maioria são da periferia e o objetivo fica obscuro, ou melhor ambíguo. Segundo depoimentos dos próprios participantes a motivação é simplesmente marcar um ponto de encontro, incluindo nisso namoros[1], já outros meios como jornais impressos, televisivos e online tentam a todo tempo incriminar o movimento como tendo o único objetivo de roubar e perturbar a ordem, seja qual for ela.

Por haver essa ambiguidade nada melhor do que pesquisar a quantidade de roubos dentro desses eventos para saber se é válido ou não julgar o movimento com essa intenção. Shoppings são propriedade privada, portanto, as regras são as mesmas aplicadas a propriedade privada.  Assim é como a lógica de que podemos impedir um estranho de entrar em nossa casa mas ninguém, legalmente falando o pode impedir de sentar em um banco de uma praça pública. Nesse contexto dano, roubo, produzir pânico ou tumulto e furto ao patrimônio são delitos, portanto se algum sujeito fez isso em um Shopping cometeu um delito.[2]

Segundo uma das notícias em um rolézinho que ocorreu em dezembro de 2013, no Shopping Itaquera, na zona leste de São Paulo dentre 6 mil pessoas foram registrados pelo menos 3 furtos e relatos de “pânico” entre lojistas e consumidores.[3] Entre as razões do pânico estão arrombamento de portas, agressão de dois irmãos supostamente cercados por 11 pessoas e roubos do lado de fora do Shopping.[4] Dentre um dos roubos está o de um garoto de 14 anos que portava documentos básicos (RG, CPF etc..), óculos, 400 reais, e ainda outro que calçava um tênis de 1000 reais, camiseta de 200, prata e ouro. [5]

Esse é o rolézinho mais comentado e dele é onde partem os outros. Algo que as notícias esconderam foi que o tumulto também ocorreu pela repressão da polícia com direito a balas de borracha e tira dela toda a culpa, colocando-a como herói da situação e justificando seu ato. Analisando os números apresentados é perceptível o quão pequeno em relação ao todo é a quantidade de furtos. Dizer que pelo menos 3 furtos, uma loja de aparelhos eletrônicos arrombada representa o movimento é insignificante, dito que esse número representa 0,05% do todo, portanto é fácil concluir que existem ai poucos sujeitos com más intenções. Sobre o roubo do garoto que portava 400 reais e o outro que vestia aproximadamente 1500 reais naquele momento não da para se culpar o evento por isso, e nem punir a todos que participaram por esses infortúnios.

Isso não é justificar os furtos, mas sim dizer que não representam o todo dos participantes, além de incluir também que dentro da lei, teoricamente falando, esses sujeitos devem ser punidos, ainda que de uma forma diferente do todo. Quanto à questão do pânico e arrombamento de portas é simples. Isso ocorre porque não é do costume, e nem da razão da existência de um Shopping que a juventude das periferias se mostre sem máscaras e apareça com sua cultura, incluindo nisso o Funk e a típica tendência grupal de adolescentes. Alexandre Barbosa Pereira falando pela BBC disse que percebeu que a confusão se iniciou e a policia entrou em Itaquera justo quando os jovens fizeram uma fila e começaram a cantar. [6]

Qual será o problema com os rolézinhos? Furtos não devem ser, já que dentro do conjunto foram poucos.  Vale ainda comparar com outros eventos de mesmo tamanho, suponhamos uma festa com 6 mil pessoas, a probabilidade de roubos  e furtos ocorrerem existe e nem por isso ela seria do todo condenada. Ainda falando sobre eles vale considerar uma coisa: a fonte da notícia é importante, tanto é que dentre as fontes oficiais, revista veja, jornais televisivos, impressos ou online existe grande tendência para criminalizar o movimento e, portanto, uma noticia não muito livre de valores. Por isso esse texto foi feito baseado em números e essa será a razão de pararmos por aqui. Então, que tal um rolezinho?

 Lembrem-se de referenciar a fonte caso utilizem algo deste blog. Dúvidas, comentários, complementações? Deixe nos comentários.

  Escrito por: Rafael Pisani

Referencias:

 Disponível em:  http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-12/pm-prende-tres-pessoas-apos-%E2%80%9Crolezinho%E2%80%9D-em-shopping-na-zona-leste-de-sao-paulo Agencia Brasil/ http://agenciabrasil.ebc.com.br . Data de acesso 19 de janeiro de 2014

 Disponível em: http://direito.folha.uol.com.br/1/post/2014/01/rolezinho-shopping-espao-pblico-ou-privado.html UOL/ http://direito.folha.uol.com.br . Data de acesso 19 de janeiro de 2014

 Disponível em: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2014/01/garotas-explicam-os-rolezinhos.html Leticia Macedo/ http://g1.globo.com . Data de acesso 19 de janeiro de 2014 

Disponível em: http://noticias.r7.com/sao-paulo/tres-jovens-sao-detidos-apos-rolezinho-no-shopping-itaquera-12012014 . R7/ http://noticias.r7.com . Data de acesso 19 de janeiro de 2014

Disponível em: http://noticias.terra.com.br/brasil/policia/sp-policia-investiga-roubos-durante-rolezinho-em-shopping,161dad01b2193410VgnVCM3000009af154d0RCRD.html Terra/ http://noticias.terra.com.br . Data de acesso 19 de janeiro de 2014

Disponível em: http://ultimainstancia.uol.com.br/conteudo/noticias/68515/dez+jovens+serao+intimados+por+'rolezinho'.shtml UOL/ http://ultimainstancia.uol.com.br . Data de acesso 19 de janeiro de 2014

Disponível em: http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2014-01-17/rolezinho-de-protesto-se-espalha-mas-nao-atrai-movimento-original.html IG/ http://ultimosegundo.ig.com.br . Data de acesso 19 de janeiro de 2014

Disponível em: http://vejasp.abril.com.br/materia/rolezinho-em-itaquera-tem-furtos-e-depredacao . Bruna Ribeiro e Juliana Deodoro/ http://vejasp.abril.com.br . Data de acesso 19 de janeiro de 2014

 

 

 

 


[1] Fonte da motivação>

[2] Fonte: http://direito.folha.uol.com.br/1/post/2014/01/rolezinho-shopping-espao-pblico-ou-privado.html

 

[3] Fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2014-01-17/rolezinho-de-protesto-se-espalha-mas-nao-atrai-movimento-original.html

 

[4] Fonte: http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-12/pm-prende-tres-pessoas-apos-%E2%80%9Crolezinho%E2%80%9D-em-shopping-na-zona-leste-de-sao-paulo

 

[5] Fonte: http://vejasp.abril.com.br/materia/rolezinho-em-itaquera-tem-furtos-e-depredacao

 

[6] Fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2014-01-17/rolezinho-de-protesto-se-espalha-mas-nao-atrai-movimento-original.html

 

 


Tags deste artigo: rolézinho

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos realçados são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.