Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Temporal causa mortes e estragos em Belo Horizonte

16 de Novembro de 2018, 13:54 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 25 vezes

A Defesa Civil estadual informou que os danos causados pela chuva ainda estão sendo contabilizados. Mais de 50 pedidos de ajuda foram atendidos durante o temporal, incluindo casas destelhadas e queda de muros.

Por Redação, com ABr – de Belo Horizonte 

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais encontrou, na manhã desta sexta-feira, o corpo de um homem que pode ter se afogado ao tentar atravessar o córrego que corta uma ocupação de sem-teto na região da Mata do Izidoro, no bairro Jaqueline, região Norte de Belo Horizonte, após o forte temporal que atingiu a capital na noite de quinta. Segundo a Defesa Civil estadual, no dia anterior foi o dia em que mais choveu na capital mineira desde o início do ano.

A Defesa Civil estadual informou que os danos causados pela chuva ainda estão sendo contabilizados

A identidade da vítima não foi confirmada e a Polícia Civil ainda vai apurar se a morte foi causada pelas chuvas. Segundo a Defesa Civil estadual, quinta foi o dia em que mais choveu na capital mineira desde o início do ano.

Segundo testemunhas, o homem cujo corpo foi encontrado em um córrego da rua Aroeira, na ocupação Vitória, aparentava estar embriagado e pode ter sido arrastado pelas águas ao tentar atravessar a enxurrada.

Uma mulher de cerca de 40 anos e sua filha morreram afogadas ontem dentro do próprio carro, que foi levado pela enxurrada junto com outros veículos em uma rua do distrito de Venda Nova.

A adolescente Anna Luísa Fernandes de Paiva Maria, de 16 anos, está desaparecida desde a noite de quinta-feira. Ela teria caído em um bueiro destampado ao descer do carro em que estava com o namorado, tendo sido arrastada pela força das águas.

A Defesa Civil estadual informou que os danos causados pela chuva ainda estão sendo contabilizados. Mais de 50 pedidos de ajuda foram atendidos durante o temporal, incluindo casas destelhadas e queda de muros. As avenidas Vilarinho e Álvaro Camargo, na região de Venda Nova, tiveram os pontos mais atingidos, mas o maior volume de chuva (103,6mm) foi registrado no bairro da Pampulha.

O volume de água acumulado levou a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (Cbtu) a interditar a operação em parte da linha azul do metrô, que desde a noite de ontem  funciona parcialmente. A Estação Vilarinho, de integração entre ônibus e metrô, amanheceu fechada, sem previsão de retomada das operações.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/temporal-causa-mortes-estragos-belo-horizonte/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias