Ir para o conteúdo

Motta

Voltar a Crônicas do Motta
Tela cheia

Em pleno Dia do Trabalho, elite se reúne para salvar o Brasil

30 de Abril de 2014, 16:35 , por Desconhecido - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 15 vezes
Este 1º de Maio, Dia do Trabalho, é emblemático.
Enquanto no país todo as pessoas saem para o feriadão, simplesmente descansam ou participam das inúmeras festividades relativas à data, a fina flor do empresariado brasileiro estará reunida no badalado Hotel Transamérica Ilha de Comandatuba, na Bahia, no 13º Fórum de Comandatuba -, "em prol de uma agenda de desenvolvimento socioeconômico para o Brasil", segundo o release distribuído à imprensa.
A organização é do Lide – Grupo de Líderes Empresariais, a empresa do organizador de eventos João Doria Júnior. Junto com os empresários estarão políticos e "personalidades" - o texto do release não especifica quem seriam essas "personalidades" nem o que o termo significa. No total, 320 líderes políticos e empresariais.
Entre os políticos, destaque para os principais candidatos oposicionistas à presidência da República, Aécio Neves e Eduardo Campos, que levará a tiracolo a sua vice, a verde Marina Silva.

Certamente, eles estarão ali detalhando as suas propostas para fazer o Brasil voltar a ser o que era há uma década, o paraíso neoliberal dos juros estratosféricos, desemprego galopante, inflação de dois dígitos, investimento zero em infraestrutura, aperto no crédito ao consumidor, arrocho salarial, mercado consumidor mínimo - e privatizações máximas.
O release informa que o Lide "reúne 52% do PIB privado do Brasil e cerca de 30% deste total estará reunido na Bahia". 
Segundo João Doria Júnior (também chamado por alguns, ironicamente, de João Dólar) "o Fórum de Comandatuba é a oportunidade para que os pré-candidatos apresentem suas propostas, em um momento em que o empresariado anseia por informações novas para avaliar e tomar decisões".
Interessante notar que essas informações serão passadas apenas pelos candidatos da oposição.
Dá para imaginar quais serão...
O programa do evento estipula que na sexta-feira haverá um seminário, com representantes dos setores público e privado, "além de personalidades e jornalistas, para debater sobre uma agenda possível e positiva, de crescimento econômico e desenvolvimento do Brasil".
Como se vê, a direita está à toda na campanha eleitoral.
Eventos como esse nada mais são do que uma maneira de reunir a patota para traçar os planos de batalha, angariar fundos e levantar o moral da tropa.
Comer e beber à vontade também fazem parte do programa, assim como esculhambar o governo Dilma e o PT, contar piadas preconceituosas tendo como protagonista o ex-presidente Lula, e rir desbragadamente ao lembrar a sorte dos "mensaleiros, punidos duramente, com toda a justiça, pelo STF.
Afinal, ninguém é de ferro.
O release informa que o Fórum "conta com a chancela de importantes marcas: Agaxtur, Amil e Sky são os patrocinadores e entram com participação especial Athie Wohnrath, Banco Alfa, Basf, Embrase, IBM, Mastercard, Microsoft, Souza Cruz, 3M e Volkswagen". 
Banco Itaú, Bank of America, Casa Cor, Alamp BBDO, EMS, Italac, JHSF, Omint, PPG Indutsries, Tetrapak, Tim Celular e UBS são "colaboradores", enquanto Gocil e Grupo Bandeirantes são "apoiadores". Casa Leão, CDN, Chandon, Eccaplan e UPS figuram como fornecedores oficiais e o jornal Brasil Econômico, PR Newswire e Rádio Jovem Pan são "mídia partners".
É, vai ser uma festa de arromba.
Fonte: http://cronicasdomotta.blogspot.com/2014/04/no-dia-do-trabalho-elite-traca-planos.html

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos realçados são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar

    Motta

    0 comunidades

    Nenhum(a)