Ir para o conteúdo

Motta

Voltar a Crônicas do Motta
Tela cheia

O festival de obscenidades que inunda o país

29 de Maio de 2014, 9:50 , por Desconhecido - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 20 vezes
As mentiras se multiplicam nas redes sociais para enganar quem ainda não decidiu seu voto na eleição presidencial.
Espalham as maiores barbaridades sobre Lula, Dilma e o PT.
A internet substitui as publicações apócrifas de tempos atrás e os profissionais da boataria.
A oposição monta grupos bem treinados e pagos, que manipulam exércitos de robôs para inundar a rede com toda a espécie de lixo difamatório.
É a nova face da guerra eleitoral.
Para tanto, além das redes sociais, são usadas as caixas de comentários de praticamente todos os portais noticiosos, sites e blogs que tratam de política.
Empresas como Globo, Folha e Estadão se prestam a disseminar mensagens de ódio e preconceito explícitas.

Qualquer pessoa normal que cai num desses recantos fica chocada com a violência ali contida, com os crimes flagrantes que elas pregam.
Impressiona como grupos de comunicação tão importantes não só permitem como ajudam a disseminar essas monstruosidades.
Impressiona também como a Justiça se mantém alheia a tais absurdos.
Uma campanha eleitoral deveria ser de outro tipo.
Os candidatos deveriam dizer aos eleitores o que pretendem fazer para melhorar o país caso se elejam.
Poderiam até criticar as idéias dos adversários - mas nunca a pessoa do adversário, como se, pelo fato de ele ser gordo, careca, mulher, negro, pobre, ateu, divorciado, homossexual ou usar óculos fosse algo que o diminuísse como pretendente a ocupar um cargo político público.
Tudo indica, porém, que a campanha eleitoral é o momento propício para que algumas pessoas extravasem toda a sua patologia.
Se for assim mesmo, até que dá para tirar uma boa lição desse festival de obscenidades que vive o Brasil.
Dá, por exemplo, para concluir que um candidato, ou um partido, que utiliza essa tática para conseguir votos não vai fazer muito diferente disso quando estiver no poder.
É tudo uma questão de caráter.
E de oportunidade.
O país está inundado de exemplos de gente assim, que se elegeu por meio de estratagemas sórdidos. 
Será que o mundo se corrompeu tanto que é tão difícil reconhecer a honestidade e as boas intenções? 
Fonte: http://cronicasdomotta.blogspot.com/2014/05/o-festival-de-obscenidades-que-inunda-o.html

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos realçados são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar

    Motta

    0 comunidades

    Nenhum(a)