Ir para o conteúdo

Motta

Voltar a Crônicas do Motta
Tela cheia

O milagre tucano em SP: o mar virou sertão

20 de Março de 2014, 20:32 , por Desconhecido - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 11 vezes
Os jornalões noticiam, com um certo constrangimento, que o solerte governador paulista, Geraldo Alckmin, foi pedir ajuda do governo federal para evitar que o abastecimento de água na região metropolitana de São Paulo entre em colapso - se é que já não entrou...
A primeira notícia sobre a possibilidade de ocorrer falta d'água na capital foi dada, envergonhadamente, pelo Estadão no fim de dezembro ou começo de janeiro, não me lembro bem - o sistema Cantareira estava com cerca de 25% de sua capacidade e não chovia com intensidade havia um mês.

No dia 12 de janeiro publiquei uma crônica neste blog intitulada "E ninguém vai falar sobre o risco de faltar água em São Paulo?".
Justo eu, que entendo de abastecimento de água tanto quanto Alckmin deve entender de jornalismo, já estava com a pulga atrás da orelha sobre a real situação dos reservatórios e do silêncio da imprensa, tão diligente em relação aos "escândalos" federais.
Imagino que os técnicos da Sabesp estivessem, naquele momento, a par da gravidade da situação e tenham, ao menos, alertado a quem de direito que deveriam ser adotadas medidas sérias e urgentes para evitar o colapso no abastecimento.
Pelo jeito, se alertaram, as autoridades demoraram demais para tomar alguma iniciativa...
Hoje, não há um só especialista que não condene a inação da empresa e não a culpe - e não à seca - pela tragédia que está próxima de se abater sobre a população paulistana.
Os jornalões, nesses últimos dias, também abordaram o fator político/eleitoral como uma das causas da demora para o racionamento entrar em vigor. 
Até eles, sempre tão prestativos a Alckmin e aos tucanos, perceberam que o buraco é mais embaixo nessa questão da água...
O fato é que os tiros a esmo que o governo paulista e a Sabesp têm dado podem não acertar o alvo - e aí, quem vai pagar o pato será a população, já que, no máximo, a punição das "autoridades" será o ostracismo.
Infelizmente, no Brasil, a Justiça só funciona para pobres, pretos, putas e petistas. Para administradores tucanos irresponsáveis, ela é mais suave que a seda...
Reproduzo, apenas para demonstrar a lentidão de raciocínio dos nossos jornalões, que só agora abordam o tema, os parágrafos finais da crônica publicada neste espaço no dia 12 de janeiro: 
"Como se sabe, São Paulo é um feudo tucano há duas décadas.
Há 20 anos, portanto, a mídia paulista blinda as administrações estaduais.
Elas não fazem nada de errado, nunca mereceram e nunca vão merecer manchetes negativas.
A Sabesp é uma estatal que investe muito em publicidade - até mesmo em outros Estados, coincidentemente em época de eleição.
Mas vai ser difícil convencer a população da qualidade de serviços prestados pela empresa se em alguns meses for anunciado, por exemplo, um rodízio no abastecimento de água.
Seria um vexame e tanto para o Estado mais rico da federação.
E para essa notável administração tucana, que tira de letra qualquer denúncia sobre a lisura de suas ações, que são, é claro, sempre em favor do contribuinte, sempre a favor do interesse público.
É isso, nenhuma palavra perdeu o sentido, nada mudou, não é mesmo?
Fonte: http://cronicasdomotta.blogspot.com/2014/03/o-milagre-tucano-em-sp-o-mar-virou.html

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos realçados são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar

    Motta

    0 comunidades

    Nenhum(a)