Ir para o conteúdo

Motta

Voltar a Crônicas do Motta
Tela cheia

Os sugadores

27 de Junho de 2014, 11:21 , por Desconhecido - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 14 vezes

Não dá para falar que está tudo bem no Brasil quando um candidato à Presidência da República, no caso o tucano Aécio Neves, exorta políticos a sugar o governo o máximo possível antes que pulem para o lado da oposição. No caso, "sugar o governo" é uma expressão sem sentido: ninguém "suga" um governo, mas sim o Estado, a nação, os cofres públicos, o Tesouro, aquilo que pertence a todos nós, cidadãos brasileiros.
Desfeita a confusão, sobra ainda uma dúvida: se eleito presidente, com o amplo apoio do que se convencionou chamar de "elite", Aécio dará carta branca para que os milhares de correligionários que comporão a sua administração suguem o governo?
Uma outra pergunta que se deve fazer relacionada a esse inusitado pedido do candidato oposicionista é se os apoiadores de sua candidatura - empresários, banqueiros, profissionais liberais, setores da classe média - também estão de acordo com ele, com essa visão de que o Estado está aí para ser "sugado".

Vale lembrar que uma das poucas bandeiras dos oposicionistas é um vago e indefinível "combate à corrupção" - nunca exercido de fato quando eles foram situação. Mas "sugar o governo" não resume a antítese da prática moralizadora?
Infelizmente para o país, Aécio Neves e sua turma não estão sozinhos na estafante missão de solapar os princípios republicanos que deveriam nortear uma democracia moderna.
O noticiário está farto de exemplos que desanimam qualquer pessoa que sonhe em ver o Brasil menos desigual e injusto.
Em Brasília, o Supremo Tribunal Federal não permite que o ex-deputado José Genoino Neto, cardiopata grave, cumpra sua pena em prisão domiciliar sob a alegação de que existem muitos outros detentos em condições iguais à sua. 
Ou seja, os ministros da mais alta corte judiciária do país usam a injustiça para aplicar a Justiça. 
Vá entender...
Em São Paulo, um rapaz que fotografou uma viatura policial estacionada numa calçada, numa evidente infração de trânsito, é levado por truculentos PMs a uma delegacia, tem seu aparelho celular invadido e é tratado como um reles bandido. 
A acusação para que toda essa violência fosse exercida é tão canalha quanto esses supostos "agentes da lei" que o detiveram: ele estava andando muito depressa, o que levantou a suspeita de que fosse um "marginal"...
Não, não está tudo bem no Brasil.
Há muita gente que não aceita o fato de que o país mudou muito nos últimos anos e está em meio a um processo de transformações que levará outros vários anos para ser concluído.
É um pessoal que vive em outro tempo, um tempo em que "sugar o governo" era uma prática comum, que beneficiava determinados setores da sociedade, que hoje não se conformam em ver seus privilégios diminuírem.
É fácil a gente recordar desse tempo: é aquele em que não havia Copa do Mundo no Brasil. 
Fonte: http://cronicasdomotta.blogspot.com/2014/06/os-sugadores.html

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos realçados são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar

    Motta

    0 comunidades

    Nenhum(a)