Ir para o conteúdo

Motta

Voltar a Crônicas do Motta
Tela cheia

Portal lança projeto para aumentar acervo de filmes em domínio público

26 de Junho de 2014, 9:52 , por Desconhecido - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 21 vezes

O portal Cinema Libre, que tem em seu acervo cerca de 300 filmes em domínio público, legendados em português, muitos deles joias da cinematografia mundial, pretende aumentar o seu acervo para 1.001 obras. 
Para tanto, lançou um projeto no Catarse, site de financiamento coletivo, esperando arrecadar R$ 15 mil. 
As doações começam em R$ 15 e, como é praxe no sistema de "crowdfunding", os doadores recebem brindes como agradecimento.
Segundo o idealizador e responsável pelo Cinema Libre, Lucas Bombonatti, além de aumentar o acervo, o projeto se propõe a produzir um material especial sobre a história do cinema, desde o surgimento, com os irmãos Lumiére, até os dias de hoje. "Junto desse material estarão os filmes mais importantes de cada década que estejam em domínio público", diz Lucas. "Também iremos tratar sobre os diferentes movimentos artísticos do cinema, assim como as primeiras animações, primeiras ficções científicas, filmes de terror clássicos e comédias clássicas."

Lucas informa ainda que se forem arrecadados os R$ 15 mil o portal será inteiramente refeito, "disponibilizando o recurso de perfil pessoal para cada usuário". Com isso, explica, "todos os usuários poderão listar os seus filmes preferidos, dar notas aos filmes, gerando um grande ranking final que estará na primeira página do portal, poderá enviar comentários e críticas". 
Outra proposta é criar um fórum "para que todos os usuários possam enviar suas idéias e interagir", diz Lucas.
E se o total arrecado permitir, Lucas pretende hospedar os filmes num servidor próprio, "deixando de depender de terceiros e criando um dos maiores bancos de dados sobre a história do cinema no mundo, tudo completamente legalizado, gratuito e livre para todos".
O Cinema Libre está no ar desde o início deste ano. Além dos filmes clássicos, desde as primeiras produções, datadas do fim do século XIX, a obras-primas da era do cinema mudo e das décadas de 30 e 40, passando por filmes brasileiros que muitos julgavam perdido, oferece ainda páginas especiais com os grandes artistas do cinema e dos países que mais influenciaram e ainda influenciam a sétima arte. 
Fonte: http://cronicasdomotta.blogspot.com/2014/06/portal-lanca-projeto-para-aumentar.html

0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos realçados são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

    Cancelar

    Motta

    0 comunidades

    Nenhum(a)