Ir para o conteúdo

Motta

Voltar a Segundo Clichê
Tela cheia

Banda Suco Elétrico faz sequência de singles conceituais

5 de Outubro de 2018, 15:03 , por segundo clichê - | No one following this article yet.
Visualizado 18 vezes

A banda Suco Elétrico apresenta ao público uma seqüência de singles conceituais que chegam nas plataformas digitais no último trimestre de 2018. Até Onde, Aproveite, Interstelar, Eu e Você serão acompanhados por videoclipes que, assistidos em seqüência, formam um curta-metragem com narrativa circular. O pacote é embalado por capas sensacionais feitas pelo ilustrador por Bruno Junges.

O primeiro petardo, que entrou no ar hoje (sexta, 5) é Até Onde. Com sonoridade inspirada na década de 80, a música fala sobre rever conceitos, perceber o que é realmente importante e mudar de vida. A letra também tem relação com as redes sociais, com versos provocativos: “Mexa nesse vespeiro de idiotas”. Musicalmente, tem todas as características da banda, indo do stoner rock pesado ao pop chiclete. Com palmas e um groove de baixo garantindo uma levada dançante, é o mais pop dos quatro singles. 

A sequência de videoclipes também é um destaque. Com roteiro escrito pelo compositor e vocalista Alexandre Rauen, juntamente com Renato Chama — da Chama Vídeo Independente —, as produções audiovisuais funcionam como peças fechadas, mas também como episódios. Falando sobre liberdade, relatividade do tempo e dimensões paralelas, retratam a vida de um personagem depressivo que busca realizar uma virada radical em sua vida. Uma sequência de acontecimentos faz ele perceber que pode existir outro dele mesmo levando uma vida paralela. Cada vídeo estreia junto com seu respectivo single.

Essa nova investida da banda traz uma mudança na formação com a entrada do guitarrista Felipe Rodrigues. O trabalho entre duas guitarras de estilos distintos foi bastante explorado nos arranjos. O produtor Ray Zimmer chegou a um resultado que agradou o grupo, harmonizando os timbres particulares de cada instrumentista. Os registros também trazem a última participação do baterista Eduardo Schuler (que agora se dedica integralmente ao seu outro projeto, a banda Doris Encrenqueira). Desde as gravações, o vocalista (e primeiro baterista da Suco Elétrico) Alexandre Rauen assumiu as baquetas. As faixas foram todas gravadas nos estúdios AudioFARM e Estúdio12 experiênciasonora. A mixagem e masterização ficou ao cargo de Júlio Porto. O single seguinte, Aproveite, tem lançamento programado para o dia 26 de outubro.

Idealizadas inicialmente com um EP, as quatro faixas apresentam a nova fase da Suco Elétrico para o público. O grupo veterano, com 18 anos de estrada, empreendeu uma virada significativa na sua carreira e musicalidade com o álbum anterior. Se o futuro permitir foi lançado em CD, LP e formato digital em 2016 pelo 180 Selo Fonográfico, com excelente repercussão entre a crítica e o público. Em 2017, a banda foi a única representante gaúcha escalada para o 23º Goiânia Noise, o festival de rock independente mais antigo e importante do país. Com trabalho constante e uma crença ferrenha na sua estrada, a Suco Elétrico faz do rock a sua bandeira e oferecem ao público o que parece ser o melhor momento de sua carreira até agora.

 Links

Videoclipe: https://youtu.be/3qUzFosgFnE
Youtube: https://youtu.be/LUrRPl3cM20
Spotify: https://goo.gl/ri66jP
Deezer: https://goo.gl/nG1V1n
Google Play: https://goo.gl/JrAocM
iTunes/Apple Music: https://goo.gl/BSfYKk
Tidal: https://goo.gl/kyppSy

Suco Elétrico é:

Alexandre Rauen : vocal e bateria
K.C.O.lino: guitarras e vocais
Drunk Rodrigues: baixo
Felipe Rodrigues: guitarras e vocais
Fonte: http://segundocliche.blogspot.com/2018/10/banda-suco-eletrico-faz-sequencia-de.html

Motta

0 comunidades

Nenhum(a)