Ir para o conteúdo

Motta

Voltar a Segundo Clichê
Tela cheia

Ícone da dança espanhola se apresenta em São Paulo

22 de Fevereiro de 2019, 9:52 , por segundo clichê - | No one following this article yet.
Visualizado 42 vezes

A Temporada Dell’Arte de Dança 2019 traz para São Paulo a turnê da Compañía Antonio Gades. O grupo, considerado hoje o principal ícone da dança espanhola e principal expoente da dança flamenca no mundo, apresenta a coreografia "Fuenteovejuna", inédita no Brasil, no dia 2 de abril, e o espetáculo Carmen em 3 e 4 de abril, no palco do Teatro Bradesco,em São Paulo. Os balés serão apresentados às 21 horas. Os ingressos já estão à venda no site Uhuu.com e custam a partir de R$ 70 (meia-entrada); 20% da capacidade de cada setor será vendido com valor “Ingresso Popular” de R$ 50.

"Fuenteovejuna" É a versão teatral criada por Gades sobre a obra homônima do dramaturgo espanhol Lope de Vega. O núcleo da história gira em torno da luta solidária de um povo contra a tirania de um cacique, símbolo do despotismo e dos privilégios inamovíveis das classes dominantes. Segundo José Manuel Caballero Bonald, corroteirista da montagem, “o desdobramento temático e o sentido geral de 'Fuenteovejuna' coincidiam expressamente com a linguagem artística e a postura cívica do próprio Gades”.

A luz dos quadros de Velásquez, o teatro do Século de Ouro, a imensa riqueza da dança popular espanhola, são todas ferramentas que Gades utiliza com sua característica maestria para contar, sem qualquer palavra, o futuro do autêntico protagonista da obra: o povo de Fuenteovejuna.

O espectador se sente retratado em uma obra que promete emocionar todo tipo de público. Magistral mescla do erudito com o popular, Gades manifesta neste grande espetáculo aquilo que já se converteu em seu testamento básico: sua confiança na riqueza e poder expressivo da dança espanhola em toda sua extensão - o balé folclórico, a dança estilizada e o flamenco.

"Carmen"

Inspirado livremente na obra do romancista francês Prosper Merimée, o balé "Carmen" foi a primeira obra cênica da mítica colaboração de Antonio Gades com o cineasta Carlos Saura. A dupla partiu da intensa música criada por Bizet para sua ópera homônima e a contrapôs à sensualidade, paixão, amor e rivalidade reverberados no mais autêntico flamenco.

Os artistas da Compañía Antonio Gades vivem e respiram o balé, revelando as múltiplas facetas de um personagem lutador, apaixonado e amante da liberdade. A magistral transição entre as cenas traz a assinatura cinematográfica de Saura.

A inconfundível clareza na exposição do drama reafirma a característica marcante das obras de Gades. Os acontecimentos se sucedem de tal forma, que ao final o espectador fica em dúvida, sem saber ao certo se assistiu ao ensaio de uma companhia de flamenco ou a uma autêntica tragédia.

Vinte e oito anos depois de sua criação, a Carmen de Antonio Gades e Carlos Saura continua impactando os espectadores de todo o mundo. Obra revolucionária em seu tempo acabou por converter-se em um clássico da dança espanhola e em principal cavalo de batalha da atual Compañía Antonio Gades.

Antonio Gades |

Antonio Gades (1936-2004) é uma figura das mais importantes na dança e no teatro europeu do século 20. Seu encontro, em 1981, com o cineasta Carlos Saura foi decisivo na promoção da coreografia de Gades e, juntos, trouxeram o balé "Bodas de Sangre" (1974) para o cinema. O filme teve enorme sucesso em todo o mundo. Seu próximo projeto foi o filme "Carmen", que foi seguido por um balé de mesmo nome, e então "El Amor Brujo" e o balé "Fuego" fecharam essa frutífera parceria que popularizou o flamenco em todo o mundo. Apesar de deixar uma parte de sua obra imortalizada no cinema, a Fundação Antonio Gades trabalha para passar o legado estilístico e a coreografia de Gades para uma nova geração de bailarinos, estudantes e o público em geral.

Depois da morte do coreógrafo, a Fundação Antonio Gades mantém e promove seu legado. Dirigida por sua viúva Eugenia Eiriz e sob a presidência de María Esteve (atriz e filha de Gades), a fundação patrocina a Compañia de Dança Antonio Gades, que continua sendo uma das grandes referências da dança espanhola e do flamenco.

A companhia é dirigida por Stella Arauzo que, aos 17 anos, ingressou na então companhia de Gades e foi sua parceira por mais de 20 anos. Desde 1988, Stella encarna a Carmen de Gades, sendo considerada inigualável no papel da carismática heroína. Considerada atualmente uma das maiores bailarinas do mundo, Stella foi escolhida pessoalmente por Gades para dirigir sua companhia. Aliás, a companhia é integrada por pessoas da total confiança de Antonio, e em boa parte indicadas por ele mesmo para a Fundação, antes de sua partida.


Fonte: http://segundocliche.blogspot.com/2019/02/icone-da-danca-espanhola-se-apresenta.html

Motta

0 comunidades

Nenhum(a)