Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Após 18 meses, Flávio Bolsonaro fala à Justiça, mas libera mulher do depoimento

8 de Julho de 2020, 12:39 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 15 vezes

Flávio Bolsonaro falou em uma videoconferência aos promotores do Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção (Gaecc), que investiga o caso desde março do ano passado. O senador foi chamado a depor, pela primeira vez, em janeiro do ano passado.

12h33 – do Rio de Janeiro

O senador Flávio Bolsonaro prestou depoimento ao Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPE-RJ), sobre o escândalo da“rachadinha”, devolução de salários no antigo gabinete dele na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), após 18 meses de negativas às convocações da Justiça. Os advogados de Bolsonaro, no entanto, conseguiram que a mulher dele, Fernanda, fosse poupada do confronto com os promotores.

Fernanda e o marido, Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) foram citados no escândalo da 'rachadinha'Fernanda e o marido, Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) foram citados no escândalo da ‘rachadinha’

Flávio Bolsonaro falou em uma videoconferência aos promotores do Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção (Gaecc), que investiga o caso desde março do ano passado. O senador foi chamado a depor, pela primeira vez, em janeiro do ano passado. O parlamentar é investigado por peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa junto com o ex-assessor Fabrício Queiroz.

Depoimento

Em nota, divulgada pela assessoria de imprensa do senador, o MPE-RJ registra que o conteúdo da audiência está em segredo de Justiça e será preservado. Ainda segundo a instituição, a mulher do parlamentar, Fernanda Bolsonaro, não prestará depoimento, embora sua presença perante os investigadores tenha sido requerida.

A defesa do senador afirma que Flávio Bolsonaro “não praticou qualquer irregularidade e que confia na Justiça”. Os advogados acrescentam que o pedido do depoimento foi feito pela defesa “para restabelecer a verdade”.

Ainda segundo a defesa “com todos os fatos esclarecidos”, a esposa do senador, Fernanda, não prestará depoimento e finaliza acrescenta que Flávio “não praticou qualquer irregularidade e que confia na Justiça”.

Promotores

A iniciativa do senador de pedir para prestar depoimento dias atrás representou uma mudança nas estratégias de defesa até o momento. Antes disso, em dezembro de 2018, o MP tinha convocado Flávio para prestar depoimento em janeiro do ano passado. No entanto, o senador não compareceu à convocação e passou a entrar com habeas corpus questionando a investigação e pedindo o seu arquivamento.

Ele chegou a prestar alguns esclarecimento por escrito em março do ano passado. Já o depoimento desta terça-feira, no qual ele respondeu perguntas dos promotores, teve cerca de duas horas.

Na linha de defesa do advogado Frederick Wassef, que escondeu Queiroz em seu sítio, em Atibaia, interior de São Paulo, a ordem era evitar o confronto com os investigadores, a todo custo. Em nove ocasiões diferentes, Wassef tentou paralisar as investigações.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/apos-meses-flavio-bolsonaro-fala-justica-libera-mulher-depoimento/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias