Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Após financiar a Globo, Lula promete regulamentar a mídia

12 de Agosto de 2017, 23:11 , por Jornal Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 43 vezes

Ao lado da presidenta deposta Dilma Rousseff, Lula afirmou, na UFRJ, que regulamentará a mídia. Ao longo dos dois governos petistas, o governo federal patrocinou as Organizações Globo com mais de R$ 6 bilhões.

 

Por Redação – do Rio de Janeiro

 

Para um auditório lotado, na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na noite passada, e neste sábado em um encontro com sambistas e intelectuais, o presidente mais popular do Brasil desde Getúlio Vargas fez a mea culpa. Luiz Inácio Lula da Silva prometeu, se reeleito, estabelecer as normas necessárias para encerrar o cartel da mídia conservadora que, em grande parte, trabalhou em favor do golpe de Estado, em curso no país.

Na Escola de Direito da UFRJ, Lula prometeu regulamentar a mídia e romper o cartel liderado pela Globo

Na Escola de Direito da UFRJ, Lula prometeu regulamentar a mídia e romper o cartel liderado pela Globo

Ao lado da presidenta deposta Dilma Rousseff, Lula afirmou, na UFRJ, que regulamentará o setor. Ao longo dos dois governos petistas, porém, o governo federal patrocinou as Organizações Globo com mais de R$ 6 bilhões. Quantidade idêntica de recursos seguiu, ao longo dos 15 anos em que o Partido dos Trabalhadores (PT) permaneceu no comando do país, aos veículos de comunicação ligados à extrema-direita.

Lula na UFRJ

Durante a gestão de Dilma Rousseff; além do apoio à mídia conservadora, jornais independentes, revistas e sites de notícias não alinhados foram perseguidos pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República. O cerco começava a ser levantado, durante a campanha que culminou com a derrubada do governo petista, quando Dilma foi derrubada, no golpe de Estado jurídico-parlamentar em curso no país.

Lula compareceu ao ato em defesa do Estado Democrático de Direito, na UFRJ, após lançamento do livro Comentários a uma Sentença Anunciada: o Processo Lula; que critica sua condenação.

— Eles têm que trabalhar muito para não deixar que eu volte a ser candidato. Porque se eu for candidato, vou ganhar e fazer a regulação dos meios de comunicação no Brasil — prometeu Lula.

Incursão ao Nordeste

O ex-presidente Lula, no movimento que iniciou contra sua condenação a nove anos e meio de cadeia, em um processo polêmico e repleto de incongruências, partirá para um giro por cidades do Nordeste. A caravana sairá na próxima quinta-feira. Ao seu lado, de ônibus, os movimentos sociais o acompanharão durante todo o trajeto.

Militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e sindicalistas o acompanharão na viagem ao interior do Brasil. Lula busca revigorar o apoio dos brasileiros à sua candidatura. A direção nacional do MST coordenará a recepção ao líder popular, que visitará 25 cidades

Formalmente, a segurança do ex-presidente será realizada por agentes do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República. Assessores de Lula também comunicaram às Casas Militares dos governos estaduais o roteiro do ex-presidente; para combinar detalhes dos eventos previstos. Na prática, porém, a segurança do líder petista será realizada por pessoas de sua confiança. Presidente do Instituto, Paulo Okamotto disse a jornalistas que o contato com o GSI tratou-se de um “mero gesto de educação”. Um procedimento de praxe por parte do ex-presidente Lula.

Agenda cheia

A Casa Militar do governo de Pernambuco e a Secretaria-Geral da Presidência da República, ocupada pelo ex-governador Wellington Moreira Franco, confirmaram o apoio operacional à agenda. No Estado, Lula visitará a comunidade de Brasília Teimosa e participará de ato no parque Dona Lindu. Em Sergipe, fará de barco uma travessia do rio São Francisco. Participará, ainda, de atividade ao lado de mulheres catadoras de Aratu.

Na capital baiana, Lula embarcará em um vagão do metrô ao lado do governador Rui Costa. Foi confirmada a presença do ex-ministro Jaques Wagner.

O post Após financiar a Globo, Lula promete regulamentar a mídia apareceu primeiro em Jornal Correio do Brasil.


Fonte: http://www.correiodobrasil.com.br/apos-financiar-globo-lula-promete-regulamentar-midia/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias