Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Após não-corrida do GP da Bélgica, F1 discutirá mudanças no regulamento

24 de Setembro de 2021, 15:30 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 29 vezes

FIA, Fórmula 1 e equipes se reunirão em outubro para discutir regulamento.

Fórmula 1inda de acordo com Todt, a FIA fez o possível para que o GP da Bélgica acontecesse no domingo

Polêmica

Desde o último domingo, 29/8, o GP da Bélgica vem dando o que falar por ter sido a corrida mais curta da história da F1. Após mais de três horas e meia de espera devido à forte chuva e duas tentativas de largada, o que aconteceu foi uma não-corrida, quando os carros percorreram poucos quilómetros atrás do safety-car no quase alagado circuito de Spa-Francorchamps, apenas para que a etapa fosse validada e contasse pontos para o campeonato. A vitória foi de Max Verstappen (Red Bull), com George Russel (Williams) em segundo e Lewis Hamilton (Mercedes) em terceiro.

Assim, após muitas críticas sobre a condução da prova, o presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), Jean Todt, anunciou, no Instagram, que o regulamento será revisto em reunião da Comissão da F1, em outubro, para que o ocorrido na Bélgica não se repita, mesmo que, de acordo com ele, todos os protocolos tenham sido seguidos. “A FIA, junto a Fórmula 1 e as equipes, revisará cuidadosamente os regulamentos para ver o que pode ser aprendido e melhorado no futuro. As conclusões, inclusive o tema de atribuição de pontos, serão adicionadas à pauta da próxima reunião da Comissão F1, no dia 5 de outubro”, afirmou.

Ainda de acordo com Todt, a FIA fez o possível para que o GP da Bélgica acontecesse no domingo, mas as janelas previstas não apareceram ao longo do dia. “Embora uma pequena janela tenha aparecido no final do dia, na qual houve uma tentativa de iniciar a corrida, as condições pioraram novamente rapidamente. Portanto, devido à falta de visibilidade criada pelo spray atrás dos carros, não podemos correr toda a corrida sem condições suficientemente seguras aos pilotos, comissários e os bravos espectadores que esperaram muitas horas, pelos quais lamento muito”, disse no comunicado.

A expectativa é que a principal mudança seja garantir que pontos não sejam distribuídos aos pilotos quando não houver realmente uma corrida.

Para Hamilton, GP da Bélgica foi uma “farsa”

O piloto da Mercedes não escondeu seu descontentamento com a não-corrida do GP da Bélgica. Em suas redes sociais, Lewis Hamilton afirmou que a corrida foi uma farsa, reiterando que a solução encontrada pela direção foi tomada pensando no dinheiro envolvido. O piloto inglês aproveitou também para prestar apoio aos fãs, que, de acordo com ele, deveriam ser ressarcidos.

“Hoje foi uma farsa. Os únicos prejudicados foram os fãs que pagaram um bom dinheiro para nos ver correndo. Claro que não há nada que se possa fazer a respeito do clima, mas temos equipamentos sofisticados que nos dizem o que irá acontecer. Estava claro que o clima não nos deixaria correr hoje”, escreveu.

Em coletiva de imprensa, Lewis Hamilton afirmou que voltaria, no fim da temporada, à Bélgica para fazer uma corrida gratuita ao público prejudicado no GP da Bélgica. “Eu com certeza voltaria. Eu adoro correr aqui, então se houver uma maneira de encontrarmos uma janela em que não esteja chovendo e dermos aos fãs uma corrida grátis, seria ótimo”, disse.

Diante de tantas polêmicas, será que Hamilton consegue contornar a situação e ganhar mais uma vez?


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/apos-nao-corrida-gp-belgica-f1-discutira-mudancas-regulamento/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias