Aller au contenu

Correio do Brasil

Retour à CdB
Plein écran Suggérer un article

Bolsonaro volta a atacar parlamentares e recebe novo alerta de Maia

March 23, 2019 18:17 , par Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Viewed 102 times

Presidente da Câmara, o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), voltou a protestar contra a afirmação do suposto aliado.

 

Por Redação, com agências internacionais – de Brasília e Santiago do Chile

 

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, neste sábado, pouco antes de deixar o Chile, que o Brasil precisa “fazer o dever de casa” e aprovar a reforma da Previdência. Segundo o mandatário, o Congresso está neste momento com esta responsabilidade sobre os ombros mas muitos parlamentares ainda são adeptos da “velha política”, referindo-se à prática conhecida como “toma lá, dá cá”.

Em visita ao Chile, Bolsonaro (PSL) voltou a criticar os adeptos da 'velha política' em crítica repercutida por Rodrigo Maia (DEM-RJ)Em visita ao Chile, Bolsonaro (PSL) voltou a criticar os adeptos da ‘velha política’ em crítica repercutida por Rodrigo Maia (DEM-RJ)

Presidente da Câmara, o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), voltou a protestar contra a afirmação do suposto aliado. Ao lado do presidente do Chile, Sebastián Piñera, após um encontro bilateral, Bolsonaro afirmou que há “preocupações sim com as discussões que ocorrem por ocasião da reforma da Previdência”.

— A responsabilidade no momento está com o Parlamento brasileiro, eu confio na maioria dos parlamentares, porque esta não é uma questão de governo Jair Bolsonaro, mas sim uma questão de Estado, é questão de nós no Brasil não experimentarmos situações que outros países enfrentaram, como por exemplo alguns da Europa… — disse ele, referindo-se a nações que não realizaram as reformas necessárias.

Articulação

A declaração ocorreu no mesmo dia em que Rodrigo Maia reforçou as críticas contra Bolsonaro, ao recomendar que ele precisa assumir a liderança da articulação da reforma da Previdência e deixar de lado as redes sociais.

Segundo Maia, Bolsonaro precisa se convencer da importância da reforma da Previdência para o país, disse Maia, nesta tarde. O parlamentar ainda afirmou, durante entrevista no congresso do PPS, que considera “página virada” os atritos com pessoas ligadas ao Poder Executivo, incluindo um dos filhos de Bolsonaro, Carlos. Mas destacou que o governo precisa “sair de conflitos nas rede sociais” e focar no “mundo real”.

Maia reafirmou que, na próxima semana, voltará a “trabalhar pela aprovação da reforma da Previdência” dentro da Câmara. Mas insiste que o presidente da República precisa assumir de “forma definitiva” o seu papel de articulação para aprovação do texto no Congresso.

Diferente do PT

Sobre declarações de que a reforma sofreria pressão da chamada velha política, Maia retrucou que “quer participar desse novo momento da política brasileira”.

— E o presidente eleito é o que tem mais legitimidade para liderar esse processo, ele não pode delegar esse processo para ninguém, espero que a partir de amanhã (domingo), com ele no Brasil, que ele chame deputados e explique o que ele quer, o que ele defende, além da Previdência, quais são os projetos para o Brasil — disse Maia.

Maia disse também que Bolsonaro precisa mostrar como “vai enfrentar a pobreza com algum projeto diferente do PT”.

— Porque até agora ninguém propôs nada diferente do que o PT construiu nos últimos 13 anos, um governo de direita não pode ser igual a um governo de esquerda, é isso que esperamos que ele (Bolsonaro) faça… assuma as rédeas e comande a nova política, porque hoje infelizmente o Brasil é um deserto de ideias — alfinetou.


Source : https://www.correiodobrasil.com.br/bolsonaro-volta-atacar-parlamentares-recebe-novo-alerta-maia/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias