Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Boulos é levado a candidatura do PSOL ao governo do Estado de SP

13 de Setembro de 2021, 17:09 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 23 vezes

Nas eleições de 2020 à Prefeitura de São Paulo, Boulos ficou em segundo lugar, com 2,1 milhões de votos (41% dos votos válidos) no segundo turno, contra o candidato do PSDB, Bruno Covas. O líder do MTST também foi candidato à Presidência da República em 2018, quando teve 617 mil votos (menos de 1% dos votos válidos). 

Por Redação – de São Paulo

O coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, foi oficializado como pré-candidato do PSOL ao governo do Estado de São Paulo nas eleições de 2022. A decisão foi tomada pelo partido durante congresso estadual realizado na tarde deste domingo.

Guilherme BoulosBoulos trabalha pela formação imediata de uma frente contra o fascismo

Nas eleições de 2020 à Prefeitura de São Paulo, Boulos ficou em segundo lugar, com 2,1 milhões de votos (41% dos votos válidos) no segundo turno, contra o candidato do PSDB, Bruno Covas. O líder do MTST também foi candidato à Presidência da República em 2018, quando teve 617 mil votos (menos de 1% dos votos válidos).

Em nota, Boulos afirmou que pretende construir uma “unidade” com outros partidos e políticos de esquerda do estado. No comunicado, ele não citou a possível candidatura do PT ao Palácio dos Bandeirantes, que pode lançar o ex-prefeito Fernando Haddad ao cargo.

“Essa decisão dá sequência ao nosso projeto de ter uma candidatura de esquerda forte no ano que vem. A tarefa agora é construir uma unidade com todas as forças do nosso campo em torno de um programa comum, sem hegemonismo e muito diálogo”, disse Boulos.

Cenários

Uma das pesquisa eleitorais mais recentes, divulgada pela Exame/Ideia, com 1.000 pessoas entrevistadas por telefone, de 22 a 24 de junho, mostra que o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) seria o nome com mais chances de vencer as eleições ao governo do Estado de São Paulo, se fossem hoje.

Na simulação do primeiro turno, Alckmin tem 17% das intenções de voto, empatado dentro da margem com Márcio França (PSB) (14%), Fernando Haddad (PT) e Boulos. No segundo turno, Alckmin (que deve trocar o PSDB pelo PSD) vence em todos os cenários.

Boulos já havia dito, anteriormente, que as eleições de 2022 podem trazer uma oportunidade para que partidos de esquerda ponham fim à hegemonia do PSDB no estado de São Paulo. Para o psolista, a rejeição ao governador João Doria (PSDB) e o racha interno no partido criam um cenário inédito para 2022. A rejeição ao Doria segue muito alta, e, pela primeira vez, os tucanos chegam divididos ao páreo eleitoral de 2022.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/boulos-levado-candidatura-psol-governo-estado-sp/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias