Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Brasil pandêmico

14 de Julho de 2020, 9:55 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 14 vezes

Há cerca de quatro meses imerso em uma pandemia o Brasil vai mostrando suas nuances, para o bem e para o mal. O recente episódio dos bares do Leblon carioca, entupidos de gente que parece ignorar os riscos aos quais se expõe, mas também ao próximo, é um retrato desse momento.

Por Thiago Modenesi – de Brasília

Há cerca de quatro meses imerso em uma pandemia o Brasil vai mostrando suas nuances, para o bem e para o mal. O recente episódio dos bares do Leblon carioca, entupidos de gente que parece ignorar os riscos aos quais se expõe, mas também ao próximo, é um retrato desse momento. Ali nos é mostrado o cúmulo da boçalidade de alguns, daquela turma do “você sabe com quem está falando?”, claramente representada pelo casal irresponsável e egoísta que peita um agente municipal que tentava apenas fazer o seu trabalho e garantir a segurança de todos, dentro do que determina a Lei.

Há cerca de quatro meses imerso em uma pandemia o Brasil vai mostrando suas nuances, para o bem e para o malHá cerca de quatro meses imerso em uma pandemia o Brasil vai mostrando suas nuances, para o bem e para o mal

Não é uma novidade isso que ocorre no Rio e em outros rincões do Brasil. No início do século XX Oswaldo Cruz penou para garantir a ordenação, limpeza e melhoria de vida do povo do Rio de Janeiro, o médico chegou ao ponto de ter dificuldade de caminhar pelas ruas da então capital do Brasil, apenas por querer estabelecer protocolos de higiene e que o povo se vacinasse. Mais uma vez ali tivemos o exemplo do individualismo sobre a necessidade coletiva, chegando até a Revolta da Vacina, com o povo na rua protestando contra algo que só melhorava sua saúde!

Capitalismo

Esse sentimento egoísta, tão típico do capitalismo, aflora em momentos de crise e de guerras, chegando até mesmo à convulsão social. As ruas do Rio mostraram isso a um Brasil horrorizado com a turma que quer viver o momento, beber, bater papo, lotar as praias durante o dia, mesmo que todas as autoridades sanitárias do mundo digam que isso impulsionará mais uma vez o covid-19 e aumentará o número de mortos, em particular entre os mais pobres.

Mais pobres que sofrem com a irresponsabilidade dos seus patrões que voltam das baladas, das praias, expondo mais e mais pessoas ao vírus. Momentos como esse entram para a História, de uma forma ou de outra, e simbolizam uma dicotomia entre o Brasil que quer viver, reconstruir e garantir um futuro para todos e outro que quer apenas curtir o momento, mesmo que isso custe milhares de vidas. Essa turma do “eu primeiro” naturalizou as mais de 1000 mortes registradas dia após dia no nosso país, perderam a sensibilidade e humanidade com o próximo. Seguem o péssimo exemplo do presidente da República, se inspiram no que há de pior hoje no mundo. Aos demais cabe a união nacional, em busca de um futuro diferente, de uma visão coletiva e responsável, que entende que dependemos uns dos outros, algo cravado em todas as organizações humanas em sociedade.

Nossa interdependência, nossa articulação social em rede, fortalece o sentimento de que a superação do que vivemos virá, e pode sim emergir um mundo melhor, apesar de alguns. Isso é o que nos torna cidadãos. Se assim não vier a ocorrer, se nossa adaptação ao ambiente pandêmico não levar em conta nossa responsabilidade individual ao refletir sobre si mesmo e sobre o próximo, terá fracassado a verdadeira democracia.

 

Thiago Modenesi, é licenciado em História, Especialista em Ensino de História e Ciência Política, Mestre e Doutor em Educação, é professor e pesquisador sobre charges, cartuns e histórias em Quadrinhos e editor do selo de histórias em quadrinhos Quadriculando, além de presidente do PCdoB em Jaboatão dos Guararapes/PE .

As opiniões aqui expostas não representam necessariamente a opinião do Correio do Brasil

Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/brasil-pandemico/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias