Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Bruxelas se recusa a sediar jogo entre Bélgica e Israel

19 de Junho de 2024, 14:50 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 44 vezes

Em um comunicado divulgado nesta quarta-feira, as autoridades da capital belga consideraram impossível, por razões de ordem pública, organizar o encontro no estádio Roi-Baudouin no dia 6 de setembro.

Por Redação, com ANSA – de Bruxelas

A cidade de Bruxelas se recusou a sediar uma partida válida pela Liga das Nações da Uefa entre Bélgica e Israel, prevista para acontecer em setembro, em virtude da “situação dramática” na Faixa de Gaza.

Jogo está marcado para acontecer no início de setembro no estádio Roi-Baudouin

Em um comunicado divulgado nesta quarta-feira, as autoridades da capital belga consideraram impossível, por razões de ordem pública, organizar o encontro no estádio Roi-Baudouin no dia 6 de setembro.

“Levando em consideração a situação dramática no Oriente Médio, a Câmara Municipal de Bruxelas considera impossível organizar essa partida de alto risco em seu território”, explicou a prefeitura.

A capital belga teme que a presença da seleção israelense provoque intensas manifestações no município, o que poderá desencadear tumultos e comprometer a segurança de torcedores, policiais e moradores.

Desde o início da guerra entre Israel e o grupo fundamentalista islâmico Hamas, ocorrido em outubro passado, Bruxelas foi palco de inúmeros atos pró-Palestina.

Belgas e israelenses estão presentes no grupo 2 da Liga A da competição da Uefa, junto com Itália e França. O encontro será válido pela primeira rodada da primeira fase.

Itália e Espanha farão primeiro grande clássico da Eurocopa

Após vencer a Albânia na primeira rodada da Eurocopa, a Itália voltará a campo pela competição da Uefa contra a Espanha em Gelsenkirchen, na Alemanha.

O triunfo da Azzurra diante dos albaneses não empolgou, mas foi muito importante, pois os comandados de Luciano Spalletti se recuperaram de uma desvantagem inicial e garantiram três pontos valiosos no considerado o “grupo da morte” do torneio.

Do outro lado, a Espanha possui um elenco jovem e mais amadurecido em comparação com a Eurocopa passada, quando foi eliminada nas semifinais pela própria Itália nas penalidades. Na estreia, os ibéricos conquistaram um triunfo muito consistente por 3 a 0 em cima da Croácia.

O novo encontro entre as duas nações deverá ser muito tenso e, sem dúvidas, a Espanha vai querer se vingar da Azzurra pela dolorosa derrota na Euro de 2020, que ocorreu um ano mais tarde.

– Quero ver uma Itália que repita o bom desempenho do primeiro jogo. Em nossa frente teremos a Espanha, uma das melhores escolas de futebol do mundo, mas temos uma vontade louca de mostrar que a nossa seleção também é importante – declarou Spalletti, acrescentando que será um dos jogos mais importantes de sua carreira.

– Temos respeito pela Espanha, mas não devemos pensar que eles são tão mais fortes. Os espanhóis não são os únicos que jogam um bom futebol, não se superestimem –disse o comandante.

Em áreas espanholas, o atacante Álvaro Morata, que acumula duas passagens pela Juventus e é casado com uma italiana, disse que a derrota na edição passada da Eurocopa “ainda dói” e destacou que a Azzurra tem o “gene da competitividade”.

Em meio ao trauma de ter ficado de fora das últimas duas Copas do mundo, a Itália continua em um longo processo para desenvolver uma nova identidade baseada em um jogo coletivo e de força física.

Itália e Espanha se encontraram cinco vezes nas últimas quatro edições da Eurocopa, com duas vitórias para cada lado e um empate.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/bruxelas-recusa-sediar-jogo-entre-belgica-israel/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias