Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

China confirma lançamento de míssil hipersônico de alto rendimento

17 de Outubro de 2021, 14:54 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 26 vezes

Recentemente, o secretário da Força Aérea dos EUA, Frank Kendall, alertou que a China poderia estar desenvolvendo capacidades nucleares, incluindo o potencial para “ataques globais a partir do espaço”, obrigando os EUA a desenvolverem suas próprias armas para conter Pequim, em uma nova escalada armamentista.

Por Redação, com Sputniknews – de Moscou

A China confirmou, neste domingo, que testou com sucesso um míssil hipersônico de capacidade nuclear, que viajou ao espaço em torno do globo em uma forma orbital antes de acelerar através da atmosfera em direção ao alvo. O teste foi confirmado por cinco responsáveis oficiais, indicando que a China possui capacidade espacial avançada que “surpreendeu o governo norte-americano”, segundo noticiou o diário britânico Financial Times.

China, míssil hipersônicoO foguete da linha Longa Marcha-2C transportou as ogivas ao redor da Terra, em questão de horas

O porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA, John Kirby, afirmou que não comentaria os detalhes do relatório, contudo, fez uma ressalva.

— Deixamos claro nossas preocupações sobre as capacidades militares que a China continua buscando, capacidades que apenas aumentam as tensões na região e além. Este é um dos motivos pelos quais consideramos a China nosso principal desafio — ressaltou.

Parabólica

O voo de teste teria ocorrido em agosto, com o veículo planador sendo levado ao espaço por um foguete da linha Longa Marcha-2C.

O veículo planador hipersônico testado teria errado supostamente o alvo por dezenas de quilômetros, mas demonstrou um “progresso surpreendente” da China em armas hipersônicas.

Recentemente, o secretário da Força Aérea dos EUA, Frank Kendall, alertou que a China poderia estar desenvolvendo capacidades nucleares, incluindo o potencial para “ataques globais a partir do espaço”, obrigando os EUA a desenvolverem suas próprias armas para conter Pequim.

Os Estados Unidos, a Rússia e a China estão desenvolvendo armas hipersônicas, incluindo veículos planadores lançados ao espaço em um foguete, mas que orbitam a Terra com seu próprio impulso. Eles voam a cinco vezes a velocidade do som, menos que um míssil balístico, mas não seguem a trajetória parabólica fixa desses projéteis e são manobráveis, o que os torna mais difíceis de rastrear.

Lançamento secreto

Taylor Fravel, especialista em política de armas nucleares chinesas que não sabia do teste, disse a jornalistas, nesta manhã, que um veículo planador hipersônico armado com uma ogiva nuclear poderia ajudar a China a “neutralizar” os sistemas de defesa antimísseis dos EUA, projetados para destruir mísseis balísticos.

A Academia Chinesa de Tecnologia de Veículos de Lançamento, que supervisiona os lançamentos, disse em 19 de julho em uma conta oficial em rede social que havia lançado um foguete Longa Marcha 2C e acrescentou que foi o 77º lançamento desse foguete.

Perto de um mês depois, no entanto, anunciou que havia realizado o 79º voo. Mas não houve anúncio de um 78º lançamento, o que gerou especulações entre os observadores de seu programa espacial sobre um lançamento secreto.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/china-confirma-lancamento-missil-hipersonico-alto-rendimento/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias