Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Chinês é condenado a pagar ex-mulher por trabalho doméstico

24 de Fevereiro de 2021, 13:47 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 16 vezes

Um tribunal na China ordenou um homem a pagar compensações a sua ex-esposa pelo trabalho doméstico realizados por ela durante os cinco anos em que estiveram casados, segundo divulgou a imprensa chinesa nesta quarta-feira.

Por Redação, com DW – de Pequim

Um tribunal na China ordenou um homem a pagar compensações a sua ex-esposa pelo trabalho doméstico realizados por ela durante os cinco anos em que estiveram casados, segundo divulgou a imprensa chinesa nesta quarta-feira.

Indenização só foi possível devido à nova legislação

O caso, que gerou um debate acalorado no país, é o primeiro desse tipo a ser julgado sob o novo código civil chinês, que entrou em vigor este ano.

Segundo a nova legislação, os cônjuges, após se divorciarem, têm o direito de exigir compensações se tiverem arcado com mais responsabilidades do que seu parceiro ou parceira no tempo em que estiveram juntos, o que inclui também as tarefas domésticas. O objetivo do novo código é melhorar a proteção dos direitos individuais.

No julgamento, o Tribunal Distrital em Pequim decidiu que a ex-esposa deve receber uma compensação de 50 mil yuans (em torno de 42 mil reais) pelo trabalho realizado nos cincos anos de casamento, período durante o qual ela não trabalhou fora de casa.

A corte estabeleceu ainda uma pensão de 2 mil yuans por mês para a criança do casal, além da divisão igualitária das propriedades.

No julgamento, a esposa contou que cuidava da criança e realizava todas as tarefas domésticas, enquanto o marido não assumia nenhuma responsabilidade, além de ir para o trabalho. Por esse motivo, ela entrou com um pedido por compensações extras no dia 4 de fevereiro.

Valor gera debate nas redes sociais

Segundo os juízes, o valor reflete a duração do tempo em que eles estiveram casados, acrescido o trabalho realizado pela esposa, e leva em conta os rendimentos do marido e o custo de vida local.

Após uma reportagem afirmar que ela havia pedido inicialmente uma compensação de 160 mil yuans, a decisão da corte gerou um amplo debate nas redes sociais, com muitas pessoas afirmando que o valor concedido é pequeno demais, uma vez que a renda anual de uma babá na China seria bem mais alta.

De acordo com dados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), as mulheres chinesas realizam em torno de quatro horas de trabalhos gratuitos por dia, período de tempo 2,5 vezes maior do que a média dos homens.

As separações de casais vêm aumentando na China nas últimas duas décadas, com a liberalização das leis do divórcio e as mulheres se tornam mais independentes financeiramente. Esse quadro gera preocupações ao governo chinês, que visa impulsionar o índice de nascimentos de modo a conter o envelhecimento populacional.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/chines-condenado-pagar-ex-mulher-trabalho-domestico/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias