Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Construtores confiam menos ainda na economia

25 de Novembro de 2021, 15:46 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 18 vezes

A queda da confiança do empresário da construção no mês foi puxada principalmente pela piora das avaliações sobre o futuro. O Índice de Expectativas recuou 1,6 ponto e chegou a 98,7 pontos, o menor nível desde junho deste ano, devido a quedas de 2,3 pontos na tendência dos negócios.

Por Redação, com ABr – de São Paulo

O Índice de Confiança da Construção (ICST), da Fundação Getulio Vargas (FGV), caiu 0,8 ponto de outubro para novembro e chegou a 95,3 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos. Essa foi a segunda queda consecutiva do indicador.

Embora a oferta tenha crescido, o número de compradores ainda não é suficiente para garantir o crescimento da indústria da Construção CivilEmbora a oferta tenha crescido, o número de compradores ainda não é suficiente para garantir o crescimento da indústria da Construção Civil

A queda da confiança do empresário da construção no mês foi puxada principalmente pela piora das avaliações sobre o futuro. O Índice de Expectativas recuou 1,6 ponto e chegou a 98,7 pontos, o menor nível desde junho deste ano, devido a quedas de 2,3 pontos na tendência dos negócios para os próximos seis meses e de 1 ponto na demanda prevista.

Taxa de juros

Já o Índice da Situação Atual, que mede a confiança no presente, se manteve estável em 92 pontos. A situação dos negócios melhorou 1 ponto, mas a carteira de contratos cedeu 1 ponto.

— A atividade perdeu força em novembro, embora ainda predomine a percepção de crescimento. Por outro lado, a alta das taxas de juros, uma inflação mais disseminada e custos crescentes minam as expectativas de continuidade da tendência de melhora dos negócios — concluiu a pesquisadora da FGV Ana Maria Castelo.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/construtores-confiam-menos-economia/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias