Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Detido, Novak Djokovic poderá ser expulso da Austrália

15 de Janeiro de 2022, 17:51 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 28 vezes

O governo australiano cancelou seu visto pela segunda vez nesta sexta-feira, mas não prosseguiu com sua expulsão imediata até a decisão do tribunal sobre o recurso interposto pelos advogados do jogador. O caso está nas mãos de um tribunal federal, depois que o juiz de Melbourne, a quem os advogados do tenista apelaram, se declarou incompetente.

Por Redação, com agências internacionais – de Melbourne, Austrália

Ás vésperas do Aberto da Austrália, o tenista número um do mundo, Novak Djokovic, retornou a um centro de detenção em Melbourne neste sábado, enquanto a justiça decide sobre a sua deportação por não estar vacinado contra a covid-19. O sérvio, de 34 anos, foi detido por cinco dias na semana passada, até que seus advogados conseguiram reverter uma primeira expulsão do país.

DjokovicTenista sérvio Novak Djokovic permanecia em um centro de detenção, à espera da decisão judicial

O governo australiano cancelou seu visto pela segunda vez nesta sexta-feira, mas não prosseguiu com sua expulsão imediata até a decisão do tribunal sobre o recurso interposto pelos advogados do jogador. O caso está nas mãos de um tribunal federal, depois que o juiz de Melbourne, a quem os advogados do tenista apelaram, se declarou incompetente. Essa mudança pode retardar o procedimento, estimou sua defesa.

De acordo com a documentação apresentada ao tribunal, as autoridades do país oceânico argumentam que a presença de Djokovic “pode estimular o sentimento antivacina” e causar “agitação social”, razões pelas quais solicitam a sua expulsão.

Grand Slam

O tribunal realizou neste sábado uma audiência, que Djokovic acompanhou eletronicamente, e outra está marcada para este domingo, apenas um dia antes da suposta estreia de Djokovic no Melbourne Park contra seu compatriota Miomir Kecmanovic. Após a sessão, um comboio de veículos deslocou-se do escritório de advocacia do tenista, onde era vigiado por agentes, para o antigo Park Hotel, convertido em centro de migrantes.

O caso pode ter repercussões de longo prazo para o número um do mundo, que corre o risco de ser banido da Austrália por três anos. Isso seria um sério revés para “Nole”, que almeja conquistar seu 10º título em Melbourne e sua 21ª vitória em um Grand Slam, batendo o recorde absoluto que agora divide com Roger Federer e Rafael Nadal.

O interesse esportivo do primeiro Grand Slam do ano foi ofuscado pela saga judicial de Djokovic, que se tornou uma das referências mundiais antivacina.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/detido-novak-djokovic-expulso-australia/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias