Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Dólar ruma para os R$ 6 após discurso populista de Paulo Guedes

21 de Outubro de 2021, 17:43 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 20 vezes

Os juros futuros também abriram com forte aumento nos prêmios, com o DI janeiro 2025 em alta de 60 pontos-base, a 11,50% ao ano. A Bolsa de Valores brasileira aprofundava a queda no início da tarde, atingindo a mínima de 108.062 pontos às 12h18, enquanto o dólar se mantinha em alta, subia 1,58%, a R$ 5,65.

Por Redação, com Reuters – de São Paulo

O dólar bateu a máxima de R$ 5,6750 na abertura do pregão da manhã desta quinta-feira e rumava para os R$ 6, segundo análise de economistas. A moeda norte-americana passa por uma alta de 2% em relação ao fechamento da véspera. O mercado de câmbio reflete os temores do risco fiscal após o próprio ministro da Economia, Paulo Guedes, nesta quarta-feira, falar em licença para gastar fora do teto, regra que limita o crescimento das despesas públicas.

Neste pregão, o dólar futuro de maior liquidez tinha queda de 0,96%, a R$ 3,986Neste pregão, o dólar futuro de maior liquidez tinha alta substancial, após fala de Guedes

Os juros futuros também abriram com forte aumento nos prêmios, com o DI janeiro 2025 em alta de 60 pontos-base, a 11,50% ao ano. A Bolsa de Valores brasileira aprofundava a queda no início da tarde, atingindo a mínima de 108.062 pontos às 12h18, enquanto o dólar se mantinha em alta, subia 1,58%, a R$ 5,65.

O ministro afirmou ainda que o governo quer ser popular, não populista, e que a decisão de furar o teto é política.

Teto de gastos

Investidores já estavam preocupados com a saúde das contas públicas brasileiras desde que o governo sinalizou a intenção de romper o teto para garantir um novo Bolsa Família de R$ 400. Alguns analistas já projetavam que o dólar passaria a testar a barreira dos R$ 6 diante desse cenário.

O valor de R$ 400, acima dos R$ 300 estimados anteriormente, é uma exigência do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), preocupado com a popularidade às vésperas da campanha eleitoral. A adesão do próprio Guedes à proposta de furar o teto de gastos, no entanto, piorou o cenário na avaliação dos investidores.

Ativos brasileiros cotados no exterior também registraram queda devido à fala de Guedes na véspera.

Patamar

Contratos de real transacionados na CME (Bolsa Mercantil de Chicago) caíam 1,4%, com US$ 1 valendo R$ 5,63. Em Paris, um ETF (Exchange Traded Fund, também conhecido como índice de fundo) que acompanha o Ibovespa, principal indicado da Bolsa brasileira, perdia 3,4%, maior queda desde o início de setembro e indo em direção ao menor patamar desde março passado.

O ministro afirmou que a discussão sobre o Auxílio Brasil envolve duas possibilidades no momento: revisar os índices de correção que impactam o teto de gastos ou pedir uma licença para fazer um gasto temporário até o fim de 2022.

Na terça-feira (19), quando a determinação do presidente para o aumento de gastos veio à tona, o Ibovespa, índice de referência da Bolsa, caiu 3,28%, a 110.672 pontos, chegando a recuar 3,91% durante a tarde, quando atingiu a mínima de 109.947 pontos.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/dolar-ruma-6-reais-apos-discurso-populista-paulo-guedes/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias