Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Facção criminosa com atuação em presídios é alvo de operação

10 de Julho de 2019, 14:09 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 29 vezes

Uma facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios em todo o país foi alvo de uma operação da Polícia Federal.

Por Redação, com ABr – de Brasília

Uma facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios em todo o país foi alvo de uma operação da Polícia Federal (PF) deflagrada desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira, nos Estados de Roraima, São Paulo e do Paraná.

Facção criminosa com atuação em presídios é alvo de operação da PF

As investigações da Operação Hipaspistas dão sequência aos trabalhos da Operação Érebo realizada no fim de novembro do ano passado, quando a PF identificou e mapeou uma estrutura da facção em Roraima, responsáveis pelos ataques que ocorreram em Roraima entre 29 e 31 de julho de 2018.

Mais de 150 policiais federais cumpriram desde cedo 35 mandados de prisão preventiva e 28 de busca e apreensão, em endereços nas cidades de Boa Vista, Rorainópolis, Caracaraí e Mucajaí, no estado de Roraima; em Santos, no estado de São Paulo; e em Londrina e Ponta Grossa, no Paraná.

Os mandados foram expedidos pela Vara de Entorpecentes e Organizações Criminosas da Justiça estadual de Roraima. A operação contou com o apoio do Departamento Penitenciário Nacional, da Divisão de Inteligência e Captura da Secretaria de Justiça e Cidadania de Roraima e do Ministério Público Estadual.

As ações

Segundo a PF, as ações de desta quarta-feira foram têm objetivo de impedir que a facção volte a se estruturar em Roraima, com a indicação de novos líderes. O trabalho de inteligência permitiu reunir provas que fundamentou os pedidos de prisões cumpridas durante a operação.

De acordo com a PF, o nome da operação, Hipaspistas, “remete às unidades de elite do exército macedônico que foram decisivas na batalha de Gaugamela (331 a.c.). Mesmo em desvantagem numérica de 5:1 a favor do exército de Dario III, as forças do imperador Alexandre derrotaram o exército opositor centrando sua estratégia na liderança persa”.

Drogas

A Polícia Federal cumpriu, na segunda-feira, mandados de prisão contra dois italianos, pai e filho, suspeitos de integrar o braço da máfia italiana na América do Sul, conhecido como “Ndrangheta”.

O grupo mafioso, com origem na região da Calábria, no sul de Itália, controlaria 40% dos envios globais de cocaína, representando o principal esquema criminoso importador para a Europa. Eles estavam foragidos desde de 2014, com passagens por Portugal e Argentina.

Um dos presos já tem condenação por tráfico e associação para tráfico de drogas na Itália (com pena fixada em 14 anos de prisão). Eles ocupavam ao menos três apartamentos na cobertura de prédio de alto padrão na Praia Grande, litoral paulista.

A polícia encontrou com os suspeitos duas pistolas, dinheiro em espécie e veículos. Os mandados foram expedidos pelo Supremo Tribunal Federal, a pedido da Representação da Polícia Federal junto à Interpol, em cooperação com o Escritório da Direção Central para os Serviços Antidrogas, da Itália no Brasil.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/faccao-criminosa-atuacao-presidios-alvo-operacao/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias