Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Investigação a Flordelis vai em frente e a deixa mais perto da cassação

28 de Outubro de 2020, 14:25 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 17 vezes

O próximo passo, em Plenário, confirmada a tendência da maioria dos deputados ouvidos pela reportagem do Correio do Brasil, será a perda do mandato, no julgamento do relatório produzido pela Comissão de Ética da Casa.

Por Redação – de Brasília e Rio de Janeiro

A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados decidiu nesta quarta-feira, por unanimidade, prosseguir com a investigação por quebra de decoro parlamentar contra a deputada federal Flordelis (PSD-RJ). A acusada de planejar e determinar o assassinato do marido, Anderson do Carmo, responde ao processo em liberdade, por causa da prerrogativa parlamentar.

Polícia diz que deputada Flordelis foi mandante da morte maridoPolícia diz que deputada Flordelis foi mandante da morte marido, o também pastor Anderson do Carmo, com requintes de crueldade

O próximo passo, em Plenário, confirmada a tendência da maioria dos deputados ouvidos pela reportagem do Correio do Brasil, será a perda do mandato, no julgamento do relatório produzido pela Comissão de Ética da Casa. Corregedor da Câmara, o deputado Paulo Bengtson (PTB-PA) afirmou a jornalistas que a parlamentar “não apresentou as provas contrárias para as acusações de quebra de decoro”.

— O relatório foi aprovado de forma unânime — informou.

O processo contra a deputada Flordelis segue, agora, para a Comissão de Ética e, segundo o presidente do colegiado, “será retomado na semana que vem”, afirmou Bengtson.

Redes sociais

Segundo Bengtson, embora os trabalhos das comissões parlamentares se mantenham suspensos, em face da pandemia do novo coronavírus, os deputados conversam sobre a possível retomada das sessões, nos colegiados, ainda que de forma digital, já a partir da semana que vem.

— Creio que, com mais uma semana de prazo, esse projeto já chegue à comissão — previu.

Uma vez restaurados os trabalhos, na Comissão de Ética, o processo de Flordelis tende a expor os os fatos que envolvem a deputada e os filhos dela na morte do pastor Anderson; além de depoimentos de testemunhas que afirmavam que a deputada e o marido mantinham relações sexuais com alguns dos filhos e “ofereciam” filhas a pastores.

Flordelis nega todos os fatos, mesmo aqueles comprovados com documentos e testemunhos, e alega total inocência. Pastora de uma igreja neopentecostal, a deputada tem rezado em cultos e não se envergonha de posar, com a tornozeleira eletrônica, para fotos expostas nas redes sociais.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/investigacao-flordelis-frente-perto-cassacao/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias