Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Polícia interdita hotéis na Cracolândia suspeitos de ligação com PCC

14 de Junho de 2024, 13:10 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 46 vezes

Os hotéis seriam utilizados para o armazenamento de drogas, além de ponto de partida para uma série de operações fraudulentas, conforme a polícia.

Por Redação, com Poder360 – de São Paulo

A Polícia Civil de São Paulo tornou público, na quinta-feira, um esquema de lavagem de dinheiro do crime organizado que usava pensões e hotéis na região da Cracolândia, centro da capital. Segundo as investigações, ao menos 28 hospedagens são suspeitas de serem a base de um ecossistema financeiro do PCC. Todas foram interditados.

Hospedagens eram base de um “ecossistema financeiro” da organização criminosa, segundo secretário Guilherme Derrite

Os hotéis seriam utilizados para o armazenamento de drogas, além de ponto de partida para uma série de operações fraudulentas, conforme a polícia.

– De lá, saiam recursos que iam para empresas, em praticamente uma rede colaborativa do crime organizado, até chegar nas destinatárias finais, empresas de membros do PCC – afirmou o secretário de Segurança Pública do Estado, Guilherme Derrite.

O Denarc (Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico) da Polícia Civil iniciou o processo investigativo há um ano. Denominado de operação Downtown ele teve três fases. A terceira, deflagrada neste semana, deteve 14 pessoas durante o cumprimento de 140 mandados de busca e apreensão.

Durante as ações, foram apreendidas joias, armas, drogas e R$ 27 mil em espécie. Um laboratório de drogas associado ao PCC também foi descoberto em São Lourenço da Serra, na região metropolitana de São Paulo.

De acordo com Derrite, a polícia ainda deve confirmar o volume total de recursos lavados pela organização criminosa no esquema.

– Essa operação é uma asfixia financeira nesse ecossistema criminoso utilizado pelo PCC para lavar o dinheiro do tráfico de drogas – disse.

Eis o histórico da Operação Downtown:

Primeira fase, deflagrada em junho de 2023, resultou na prisão de 33 pessoas. Foram feitos 27 mandados de busca e apreensão.

Segunda fase, em 4 de junho de 2024, terminou com cinco presos e R$ 43 mil apreendidos. Foram feitos 13 mandados de busca e apreensão.

Terceira fase, em 13 de junho, deteve 14 pessoas e interditou 28 estabelecimentos em 140 mandados de busca e apreensão.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/policia-interdita-hoteis-cracolandia-suspeitos-ligacao-pcc/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias