Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Rede TV! edita vídeo de debate e beneficia João Dória contra candidato do PT

25 de Agosto de 2018, 13:49 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 364 vezes

Restou, no ar, apenas a parte em que tucano eleva o tom e inicia o fragmento que permanece exposto, na versão para o Youtube.

 

Por Redação – de São Paulo

 

O canal Rede TV! editou e publicou no Youtube uma versão na qual apenas o protesto do candidato tucano ao governo de São Paulo, João Dória, responde ao adversário petista, Luiz Marinho, em um momento em que este ofereceu ao ex-prefeito paulistano a oportunidade de se retratar frente às mulheres.

Trecho em que Marinho confronta o candidato tucano foi, toscamente, eliminado da versão finalTrecho em que Marinho confronta o candidato tucano foi, toscamente, eliminado da versão final

Todo o trecho no qual o petista lembra que o concorrente “fez propaganda de mulheres nuas para atrair gringos para o Brasil” foi suprimido da versão atualmente exibida no canal de vídeos. O candidato do PT ao governo de São Paulo enfrentava um embate sobre violência contra a mulher e lembrou que Doria, enquanto presidente da Embratur, no governo Sarney, fez propaganda com mulheres nuas para fomentar o turismo no país.

Restou, no ar, apenas a parte em que tucano eleva o tom e inicia o fragmento que permanece exposto, na versão para o Youtube. Nele, Dória acusa o partido de “roubar a Petrobras” quando, na realidade, há uma série de outras legendas envolvidas no rombo bilionário à estatal do petróleo brasileiro; entre elas o próprio PSDB.

Embratur

Foi suprimido, ainda, do vídeo em exposição, a pergunta de Marinho ao candidato Doria. Ele questionou o tucano sobre o que ele faria com relação à violência contra a mulher no Estado. O postulante respondeu que o PSDB criou as delegacias da mulher em São Paulo e que seu partido sempre encampou essa pauta. Esta resposta também não foi anexada à reprodução do debate.

Editar um programa eleitoral, a exemplo do debate entre candidatos, trata-se de um “atentado às normas jurídicas e à ética jornalística”, comentou o jornalista Fábio Lau, editor da página de notícias Conexão Jornalismo.

— Enquanto Dória, que sequer candidato pode ser devido à condenação a que o torna inelegível por quatro anos, comparece a um debate e é beneficiado com a edição do vídeo distribuído nas redes sociais; o ex-prefeito Fernando Haddad, legitimamente registrado na chapa do PT, é sumariamente eliminado dos debates nos canais públicos de TV. O pior de tudo isso, no entanto, é que não nos surpreende — afirmou.

Rede TV!

Embora não conste na versão final que permanecia nas redes sociais, o petista lembrou que o próprio Doria dissera que as delegacias da mulher não funcionam:

— Vou te dar uma oportunidade. Você foi presidente da Embratur no governo Sarney e fez propaganda de mulheres nuas para atrair gringos para o Brasil. Isso contribui para a violência contra as mulheres. Te dou agora uma oportunidade de pedir perdão para as mulheres — disse Marinho, embora não apareça na versão publicada no canal da Rede TV!

O trecho autorizado pela Rede TV! deixa apenas o desabafo do tucano:

— O teu passado te condena, o meu não! Só da Petrobras, o seu partido roubou US$ 50 bilhões. O que vocês sabem fazer é destruir, roubar e mentir — rebateu, fugindo da resposta quanto aos comerciais com mulheres nuas, patrocinados com dinheiro público, durante a gestão dele na Embratur.

Sem resposta

A palavra final, no entanto, coube a Marinho, que ganhou direito de resposta por conta das acusações de Doria sobre o PT ter “roubado o Brasil”.

— Esse papo de agredir o PT não vai funcionar nessas eleições. Funcionou em 2016, mas as pessoas processaram as informações. Essa é a razão de Lula liderar todas as pesquisas de opinião. E se tem alguém aqui condenado é você, João Dória, que teve seus direitos políticos cassados — afirmou.

Procurado pela reportagem do Correio do Brasil, em mensagem à assessoria de imprensa da empresa, o Rede TV! não respondeu ao único questionamento:

“Gostaríamos de conhecer o motivo para que tenha sido efetuado o corte na versão para o Youtube do vídeo que traz a reprodução do debate entre os candidatos ao governo de São Paulo, ocorrido na noite passada”.

Assista ao vídeo.
O corte encontra-se em 1’40″40


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/rede-tv-edita-video-debate-beneficia-joao-doria-contra-candidato-pt/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias