Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Rio proíbe venda de bebidas alcoólicas em bancas de jornais

13 de Julho de 2020, 14:57 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 19 vezes

A prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Fazenda, publicou no Dário Oficial desta segunda-feira, decreto que proíbe a venda de bebidas alcoólicas pelas bancas de jornais e revistas da cidade.   

Por Redação, com ACS – do Rio de Janeiro

A prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Fazenda, publicou no Dário Oficial desta segunda-feira, decreto que proíbe a venda de bebidas alcoólicas pelas bancas de jornais e revistas da cidade. A medida tem como objetivo evitar aglomerações de pessoas nas ruas durante a pandemia e já começa a valer a partir desta segunda.

A medida tem como objetivo evitar aglomerações de pessoas nas ruas A medida tem como objetivo evitar aglomerações de pessoas nas ruas

– Durante nossa rotina de fiscalização observamos essa tendência. Muitas pessoas têm se reunido nas proximidades das bancas, gerando aglomerações e facilitando a circulação do coronavírus – afirma Carlos Guerra, Subsecretário de Licenciamento, Fiscalização e Controle Urbano, da Secretaria Municipal de Fazenda.

As bancas de jornais e revistas que descumprirem a determinação estão sujeitas a multas de R$78,19, além da  apreensão das mercadorias e perda da licença, conforme a Lei 3.425/2002.

Autorização e normas

A mesma legislação que dispõe sobre a concessão da autorização e normas para funcionamento das bancas na cidade também prevê a remoção das bancas do logradouro público em caso de desobediência.

O município do Rio possui atualmente 2050 bancas de jornais com autorizações ativas.

A venda de outros produtos, além de jornais e revistas pelas bancas continua válida e está descrita na mesma lei que regula a atividade (Lei 3425/2002).

Operações especiais de higienização

A Prefeitura do Rio, por meio da Comlurb, promove mais operações especiais de higienização nesta segunda-feira em diversas comunidades da cidade. A iniciativa, que começou pela Rocinha, no dia 9/4 e que tem por objetivo reduzir os riscos de contaminação pelo novo coronavírus, já foi levada a todas as 633 comunidades da cidade. A lavagem é feita com água de reuso e detergente neutro, e hipoclorito nos pulverizadores.

Nesta segunda, na Zona Sul, Grande Tijuca e Área Central, o serviço está sendo realizado nas seguintes comunidades: Andaraí, Barreira do Vasco, em São Cristóvão, Borel, na Tijuca, Canoas, em São Conrado, Cruzada São Sebastião, no Leblon, Fallet e Fogueteiro, em Santa Teresa, Mineira, no Catumbi, Morro Azul, no Flamengo, Morro do Pinto, em Santo Cristo, Rocinha, Sá Viana, no Grajaú, São Carlos, no Estácio, Tuiuti, em São Cristóvão, e Vidigal. Os trabalhos são feitos por 51 garis, com o apoio de 31 pulverizadores, quatro lava-jatos e quatro pipas d’água.

Zona Norte

Na Zona Norte, foram incluídas na programação de segunda as seguintes comunidades: Conjunto Embratel e Morro do Amorin, em Manguinhos, Aymore, Bernardino Gustavino, Conjunto da Itapé, Conjunto da PM 16º BPM, Conjunto do Wilson, Conjunto Iapc de Olaria, Merendiba, Ruas: Mira, Da Fonte, Jandu, Itamirim, Itaquá, Vila Cascatinha e Virgilio Várzea, em Olaria,Joaquim Gomes, Praça Camaçari, Santa Luzia e Uga-Uga, em Ramos, Baixa Sapateiro, na Maré, Águia de Ouro e Complexo do Alemão, em Inhaúma, Engenho da Rainha, Morro do Urubu, em Cavalcanti, Rato e Céu Azul, em  Engenho Novo, 8 De Dezembro, em São Francisco Xavier, Bom Menino e Amarelinho, no Irajá, Fuba/ Rua Souto, em Campinho, Bancários – 200 e Zaquias Jorge – Bancários,  na Ilha Do Governador, Acari e Final Feliz, em Acari, Adeus, no Complexo do Alemão, Correia Dias, em Vigário Geral, e Mundial em Honório Gurgel. Os serviços são realizados por 42 garis, com o apoio de oito pipas d’água, 17 pulverizadores e uma moto bomba.

A Companhia segue com as operações especiais de higienização nos pontos de maior circulação de pessoas, como vias principais de bairros, pontos de ônibus, passarelas, entorno de hospitais, clínicas da família e postos de saúde e acesso às estações de modais de transportes, entre outros. Para essas ações, que tiveram início no dia 23/03, a Comlurb atua com 42 garis com pulverizadores. Além disso, os garis fazem ainda higienização no entorno das agências da Caixa Econômica Federal.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/rio-proibe-bebidas-alcoolicas-bancas-jornais/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias