Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a CdB
Tela cheia Sugerir um artigo

Serpro atua em força-tarefa tecnológica para manter serviços públicos no RS

23 de Maio de 2024, 12:39 , por Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 32 vezes

Desde 11 de maio, a Companhia de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul (Procergs) tem contado com o apoio do Serpro para reinstalação e reconfiguração de sistemas de comunicação essenciais, incluindo o ICOM, VPN.

Por Redação, com ACS – de Brasília

Em um esforço conjunto para mitigar os impactos da catástrofe decorrente das fortes chuvas no Rio Grande do Sul e garantir a continuidade dos serviços públicos essenciais à população, o Serpro tem realizado uma série de ações emergenciais junto ao estado e seus municípios. Diversos órgãos públicos e instituições têm contado com o suporte técnico e infraestrutura da instituição, garantindo a manutenção de operações críticas em momentos de crise.

Apoio da estatal de tecnologia da informação do Governo Federal garante continuidade de operações em meio à crise no Rio Grande do Sul

– As ações do Serpro demonstram um compromisso contínuo com a resiliência e a modernização dos serviços públicos, especialmente em tempos de crise. A colaboração estreita com diversos órgãos e entidades no Rio Grande do Sul reflete a importância da tecnologia e da infraestrutura digital para a manutenção de serviços essenciais à população. Nós, como estatal, sabemos que esse também é nosso papel – destaca Alexandre Amorim, presidente do Serpro.

Dados da Trensurb a salvo

De acordo com Fernando Marroni, diretor-presidente da Trensurb, a empresa de trens urbanos de Porto Alegre foi afetada em suas subestações de energia, via férrea, sistemas de sinalização, áreas de manutenção e estacionamento de trens. “Para além disso, a infraestrutura de tecnologia da informação da empresa também teve prejuízos e ficou inacessível junto com nosso prédio administrativo”, indicou.

Em resposta a essa situação, a Trensurb teve sua infraestrutura tecnológica transferida para o Data Center de Brasília do Serpro. Essa ação envolveu a migração dos racks e a ativação de soluções no Data Center, permitindo o acesso via VPN para os técnicos da empresa em Porto Alegre. O próximo passo é a migração desta infraestrutura para Nuvem de Governo.

– O Serpro, que já vinha sendo um importante parceiro na busca de soluções de TI, tem sido fundamental para buscarmos contornar esse problema, atuando em conjunto com nossa equipe para garantir que possamos acessar novamente nossos dados e sistemas, que são fundamentais para a retomada do funcionamento da empresa, e para garantir a continuidade, entre outros, dos nossos processos de gestão de pessoas e a remuneração dos empregados – completou Marroni.

Fernando Marroni, diretor-presidente da Trensurb, a empresa de trens urbanos de Porto Alegre foi afetada em suas subestações de energia, via férrea, sistemas de sinalização, áreas de manutenção e estacionamento de trens. “Para além disso, a infraestrutura de tecnologia da informação da empresa também teve prejuízos e ficou inacessível junto com nosso prédio administrativo”, indicou.

Garantia de funcionamento na saúde pública

A Procempa, empresa pública de tecnologia da informação da Prefeitura de Porto Alegre, recebeu suporte do Serpro para o Disaster Recovery do complexo regulatório de saúde do Estado. Essa medida foi crucial para evitar a paralisação dos serviços de saúde, assegurando que a população continue a receber atendimento médico essencial.

O Serpro também liberou para a Procempa o acesso ao sistema Consulta CPF, para facilitar a identificação das pessoas desabrigadas.

Restabelecimento de comunicação e serviços essenciais

Desde 11 de maio, a Companhia de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul (Procergs) tem contado com o apoio do Serpro para reinstalação e reconfiguração de sistemas de comunicação essenciais, incluindo o ICOM, VPN. Esses esforços garantiram a retomada gradual das transações de consulta aos sistemas de trânsito, vitais para a operação dos cartórios de registro de veículos do estado.

Gestão de documentos fiscais eletrônicos

Diante dos alagamentos, dois Datacenters mantidos pela Procergs para gestão de NFe (Nota Fiscal Eletrônica) e CTe (Conhecimento de Transporte Eletrônico) precisaram ser migrados para a nuvem. Durante toda a semana passada, as equipes do Serpro e Procergs trabalharam conjuntamente para reestabelecer a arquitetura de distribuição e consultas do ambiente nuvem para o ambiente nacional do Serpro. Este movimento foi essencial para reestabelecer a distribuição e consulta de documentos fiscais, evitando a interrupção de operações comerciais e logísticas no estado.

Continuidade de serviços de trânsito

Para o Detran-RS, o Serpro disponibilizou consultas na Base Nacional de Trânsito, permitindo a operacionalização de serviços críticos como seguro e registro de veículos novos. Em meio a uma situação operacional crítica, essa intervenção tem sido fundamental para manter o funcionamento dos serviços do órgão.

Suporte ao TJ/RS

Em resposta a uma necessidade emergencial, o Serpro conduziu a migração da solução de Processo Eletrônico (eProc) do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul para a nuvem AWS. Essa migração, originalmente planejada para seis meses, está sendo finalizada em apenas duas semanas, garantindo a continuidade dos processos judiciais e o acesso rápido e seguro às informações.

Suporte ao TRF4

O Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRF4), com sede em Porto Alegre, recebeu várias alternativas para a migração de seus equipamentos e sistemas. Entre as opções, está a utilização de aviões da FAB para transporte de equipamentos e a migração de sistemas para a infraestrutura de nuvem do Serpro, assegurando a continuidade das operações judiciais.

Apoio a municípios e instituições

O Serpro também estendeu sua ajuda a diversas  municipais e estaduais. A Fundação Municipal de Tecnologia da Informação e Comunicação de Canoas (CanoasTec) e a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) foram auxiliadas com a migração de soluções para a nuvem. Essa medida visa facilitar a declaração de Defesa Civil para acesso a recursos federais, atendendo centenas de municípios afetados pelas enchentes.


Fonte: https://www.correiodobrasil.com.br/serpro-atua-forca-tarefa-tecnologica-manter-servicos-publicos-rs/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias