Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a Cultura
Tela cheia Sugerir um artigo

Berlim, Marco Mueller dirigirá o Festival de Cinema de Macao

22 de Fevereiro de 2016, 15:00 , por Cultura – Jornal Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 264 vezes

Depois de Pesaro, Roterdã, Locarno, Veneza e Roma, o conhecido crítico, produtor e diretor de festivais Marco Mueller, cuja mãe era do litoral paulista, vai criar o Festival Internacional de Cinema de Macao.

Por Rui Martins, no Festival Internacional de Cinema de Berlim.

Marco Muller um dos mais respeitados diretor de festivais de cinema
Marco Muller um dos mais respeitados diretores de festivais internacionais de cinema

No encerramento do Festival de Berlim, a notícia corria, veiculada pela revista Variety – está sendo criado o Festival Internacional de Cinema de Macao, que seria, sem dúvida, o menor festival do mundo, não fôsse o nome de seu diretor – Marco Mueller, cuja ligação com o Brasil é importante : sua mãe era brasileira, do litoral paulista, mas ele tem nacionalidade suíço-italiana e viveu na Itália, tendo feito seus estudos de antropologia na China,  sendo um reconhecido sinólogo e um dos principais introdutores do cinema chinês nos festivais.

Grande conhecedor do cinema brasileiro, era um entusiasta do chamado « cinema da boca do lixo » de Rogério Sganzerla, que levou a Locarno, numa apresentação especial do Bandido da Luz Vermelha.

Ex-diretor da Mostra de Veneza e do Festival de Cinema de Roma,  começou sua carreira como crítico e diretor no Festival de Pesaro e depois no de Roterdã, deixando impressa sua marca de um intelectual, erudito do cinema e poliglota.

Foi ele o primeiro a dar uma nova dimensão ao Festival Internacional de Cinema de Locarno, de onde saiu para dirigir a Mostra de Veneza, tendo sido também produtor de filmes, antes de ir selecionar filmes para o Festival de Pequim, ao deixar o Festival de Roma.

O Festival Internacional de Cinema de Macao, antiga colonia portuguesa entregue à China, onde se fala português e chinês, será inaugurado dia 8 e dezembro, terá 45 títulos de grandes filmes internacionais e contará com uma dotação inicial de dez milhões de dólares.

Rui Martins, de volta de Berlim, onde esteve a convite do Festival Internacional de Cinema.


Fonte: http://www.correiodobrasil.com.br/795591-2/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias