Ir para o conteúdo

Correio do Brasil

Voltar a Vídeos
Tela cheia Sugerir um artigo

Rússia não participa da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa

18 de Janeiro de 2016, 12:22 , por Jornal Correio do Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 2 vezes

 

Em geral, segundo Evgenia Voiko, a Rússia de fato não irá perder nada desistindo da participação na APCE

Por Redação, com Sputnik Brasil – de Moscou:

A delegação russa tomou a decisão de não participar da sessão de inverno da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa (APCE), disse a jornalistas o presidente do Comitê Parlamentar russo para os Assuntos da CEI, Leonid Slutsky.

– Foi enviada, em nome da presidente da APCE Anne Brasseur, uma carta com assinaturas dos porta-vozes das câmaras do parlamento russo que diz que os plenos poderes da delegação da Rússia para 2016 serão solicitados mais tarde. Iremos faltar à sessão de janeiro – disse Slutsky.

Segundo ele, a Rússia voltará a Estrasburgo somente nas condições de direitos iguais e no caso de haver garantias de serem novamente concedidos todos os plenos poderes à delegação.

– Segundo manifestou o porta-voz da Duma de Estado (câmara baixa do parlamento russo) Sergei Naryshkin, não iremos suportar qualquer discriminação; quaisquer sanções em relação à delegação da Federação da Rússia são inaceitáveis – sublinhou Slutsky, que é vice-chefe da delação russa na APCE.

A delegação russa tomou a decisão de não participar da sessão de inverno da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa
A delegação russa tomou a decisão de não participar da sessão de inverno da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa

A professora Evgenia Voiko, da cátedra de Ciência Aplicada da Universidade Financeira junto ao Governo russo, considera a decisão da delegação russa de desistir de participação da sessão de inverno da APCE bastante lógica.

– Durante o tempo que passou desde a privação da Rússia do direito de voto não houve sinais positivos por parte dos membros da APCE… Por isso, tal decisão é lógica em muitos aspetos. Moscou mostra assim que não está pronta para escutar mais uma série de acusações, críticas que houve no ano passado. Ela está pronta a propor a sua própria agenda… mas só caso o diálogo aconteça realmente e seja igual em direitos – disse Evgenia Voiko à rádio Sputnik.

A especialista opina que a posição da APCE em relação à Rússia no futuro próximo provavelmente não irá mudar.

– Neste momento a possibilidade de tal cenário é mínima. Já passou um ano, mas ainda não há nenhuns sinais de que a Rússia possa recuperar, pelo menos parcialmente, o direito de voto e que os poderes russos sejam pelo menos parcialmente reestabelecidos. E eu acho que a crítica irá somente crescer, a pressão irá aumentar, tanto por causa das ações externas da Rússia, como internas – explicou a especialista.

Em geral, segundo Evgenia Voiko, a Rússia de fato não irá perder nada desistindo da participação na APCE.

No fim de janeiro 2015 a APCE, por causa da situação na Ucrânia, aprovou uma resolução na qual privou a delegação russa do direito de voto, direito de participação na atividade dos órgãos instituintes e no monitoramento das eleições nos vários países. Em resposta, a delegação russa abandonou a Assembleia até o fim de 2015.

Anteriormente, o deputado Vasily Likhachev, membro da delegação da Rússia na Assembleia, manifestou que o formato de participação da delegação russa na sessão da APCE em janeiro estava sendo elaborado e que a decisão seria tomada na sequência de consultas com a Duma de Estado, Conselho da Federação (câmara alta do parlamento russo), da chancelaria e Conselho de Segurança.


Fonte: http://www.correiodobrasil.com.br/russia-nao-participa-da-assembleia-parlamentar-do-conselho-da-europa/

Rede Correio do Brasil

Mais Notícias