Ir para o conteúdo
ou

Menos bala, mais giz!

Por favor, edite este bloco e selecione algumas imagens
 Voltar a Tânia Mandarino
Tela cheia

O dia em que o Jô errou e eu percebi

29 de Julho de 2014, 10:12 , por Tânia Mandarino - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 92 vezes

Falar só uma coisa do Jô, que eu tava pra falar desde o final de semana.

Semana passada ele entrevistou Jaqueline Bisset e deu tanta bola fora que até eu fiquei com vergonha por ele.

A atriz (que é uma antipática!) disse que já tinha estado antes no Brasil para filmar Orquídea Selvagem (com o Mickey Rourke, no tempo em que ele era gostosão!) e, então o Jô falou: "ah, sim, Orquídea Selvagem, que é o mesmo filme Nove e 1/2 Semanas de amor, né?"

Ela olhou pra ele com aquela cara de não sei o que vc. tá falando e ele concluiu,  afirmando com a mais absoluta certeza: "é sim! Orquídea Selvagem aqui no Brasil ganhou o nome de Nove e 1/2 Semanas de Amor!"

Nããããão, Jô! Os dois filmes são eróticos e igualmente interessantes, mas Orquídea Selvagem é do diretor Zalman King e Nove Semanas foi dirigido por Adrian Lyne.

São dois filmes distintos, ainda que o Mickey Rourke (no auge de sua forma e beleza!), tenha atuado nos dois, Orquídea teve Jaqueline Bisset e Nove semanas foi com a Kim Basinger.

 Ao final, ele ainda jurou que a Bisset era francesa, mas para sua decepção ela disse que o Bisset, de seu pai, vem da Suécia.

 

 

 


0sem comentários ainda

    Enviar um comentário

    Os campos realçados são obrigatórios.

    Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.