Ir para o conteúdo

Cúpula dos Povos

Voltar a Notícias da ONU
Tela cheia Sugerir um artigo

Em Tóquio, chefe da ONU manifesta apoio ao diálogo entre EUA, Japão e Coreia do Norte

8 de Agosto de 2018, 17:30 , por ONU Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 17 vezes
O secretário-geral da ONU, António Guterres (esquerda), e o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, em coletiva de imprensa em Tóquio. Foto: ONU/Dan Powell

O secretário-geral da ONU, António Guterres (esquerda), e o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, em coletiva de imprensa em Tóquio. Foto: ONU/Dan Powell

Em coletiva de imprensa conjunta em Tóquio nesta quarta-feira (8) com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, o secretário-geral da ONU, António Guterres, elogiou as conversas em andamento entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte, assim como as renovadas iniciativas de diálogo do Japão com o país.

“Como secretário-geral das Nações Unidas, estou obviamente totalmente comprometido com a implementação de todas as resoluções relevantes do Conselho de Segurança sobre a Coreia do Norte”, disse a jornalistas, acrescentando apoiar totalmente as negociações que acontecem com “o objetivo, que todos nós compartilhamos, de ver a total desnuclearização verificável, irreversível, para garantir que a Coreia do Norte seja um membro normal da comunidade internacional em sua região”.

Em meados de junho, o presidente norte-americano Donald Trump e o líder norte-coreano Kim Jong-un realizaram uma histórica cúpula em Singapura, assinando um comunicado conjunto que incluiu um pedido para acabar com o programa de armas nucleares da Coreia do Norte. Dias após conduzir seu sexto teste nuclear, em setembro do ano passado, um míssil balístico norte-coreano voou sobre o território japonês, levando à condenação do Conselho de Segurança, que impôs sanções ao país.

Ao lado do líder japonês, Guterres manifestou seu apoio à vontade japonesa de realizar conversas com as autoridades norte-coreanas, após a oferta do primeiro-ministro japonês de realizar uma cúpula de alto nível com o país.

O chefe da ONU classificou essas intenções como oportunas, em meio à iniciativa de desarmamento das Nações Unidas, lançada em maio deste ano. A nova agenda, “Garantindo nosso futuro comum”, estabelece ousadas visões sobre um mundo livre de arsenais nucleares e outras armas mortíferas. Foca em três prioridades — armas de destruição em massa, armas convencionais e novas tecnologias de campo de batalha.

Ele declarou que “as situações na Coreia do Norte e no Irã são aspectos centrais de nossas preocupações para garantir que preservamos a não proliferação, mas também reconhecendo que a não proliferação precisa ser acompanhada de desarmamento efetivo, medidas progressivas de desarmamento na dimensão nuclear. E, ao mesmo tempo, a total implementação da proibição a armas químicas e biológicas”.


Fonte: https://nacoesunidas.org/em-toquio-chefe-da-onu-manifesta-apoio-ao-dialogo-entre-eua-japao-e-coreia-do-norte/

Rio+20 ao vivo!