Ir para o conteúdo

Cúpula dos Povos

Voltar a Notícias da ONU
Tela cheia Sugerir um artigo

Embaixador da ONU e empresas pedem que anunciantes contribuam com proteção dos animais

18 de Julho de 2018, 16:20 , por ONU Brasil - | No one following this article yet.
Visualizado 10 vezes
Nikolaj Coster-Waldau (à esquerda), ator e embaixador da Boa Vontade do Programa da ONU para o Desenvolvimento (PNUD). Foto tirada em 2017. Foto: PNUD/Freya Morales

Nikolaj Coster-Waldau (à esquerda), ator e embaixador da Boa Vontade do Programa da ONU para o Desenvolvimento (PNUD). Foto tirada em 2017. Foto: PNUD/Freya Morales

A produtora FINCH, a fabricante de chocolates Mars Incorporated e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) anunciaram a criação de um fundo para proteger a vida silvestre e seus habitats naturais. Chamada The Lion’s Share, a iniciativa pede que anunciantes doem 0,5% da verba reservada para cada publicidade que utiliza animais. Objetivo é angariar 100 milhões de dólares por ano até 2021.

“É nossa responsabilidade como humanos proteger todas as vidas em nosso planeta”, afirmou o ator dinamarquês e embaixador da Boa Vontade do PNUD, Nikolaj Coster-Waldau, que lançou o projeto em junho, no Festival de Criatividade de Cannes. Segundo o artista, famoso por seu papel como o Kingslayer Jaime Lannister, na série Game of Thrones, não é possível alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, os ODS, sem proteger a flora e fauna terrestre e marinha.

Os recursos mobilizados pela iniciativa serão investidos em programas de preservação das Nações Unidas e de organizações da sociedade civil. A companhia Mars é o primeiro anunciante parceiro da campanha. Outros colaboradores incluem a rede de agências de publicidade BBDO e empresa de pesquisa Nielsen.

Também presente em Cannes, Collette Ngobenida representou a primeira unidade feminina contra a caça ilegal na África do Sul, a Black Mambas. “The Lion’s Share é uma iniciativa animadora porque tem imenso potencial para ajudar trabalhos de conservação de base como o nosso. Estamos trabalhando firme todos os dias para prevenir a caça ilegal e ajudar algumas das espécies mais ameaçadas”, disse.

Animais estão em 20% das propagandas

De acordo com o radialista e apresentador britânico, David Attenborough, que é embaixador especial da The Lion’s Share, os animais estão em 20% de todos os anúncios que vemos. “No entanto, eles nem sempre recebem o apoio que deveriam. Até agora!”, afirma, ressaltando o potencial da nova estratégia do PNUD.

Segundo Rob Galluzo, fundador da FINCH e idealizador do projeto junto com o cineasta Christopher Nelius, nove entre os dez animais mais populares que vemos em comerciais estão em perigo ou ameaçados”.

“Eles nem sempre recebem a ajuda que merecem. Na verdade, geralmente é o contrário. Cristopher teve essa ideia incrível para solucionar esse problema, e nós da FINCH nos comprometemos a fazer acontecer. Firmamos uma parceria com a Clemenger BBDO para dar vida a esse conceito”, explicou.

“Os animais selvagens e seus habitats estão em crise no momento. Estamos perdendo espécies em proporção inédita, estimada em mil vezes mais que a taxa de extinção natural. O The Lion’s Share é uma ideia tão inovadora quanto simples e poderá ter impacto real no futuro dos animais, seus habitats e em nosso planeta”, acrescenta o administrador do PNUD, Achim Steiner.

Para o chefe de Marketing e oficial de Atendimento ao Cliente da Mars, Andrew Clarke, o fundo será uma maneira poderosa para empresas deixarem um legado duradouro. “O The Lion’s Share é exatamente o tipo de iniciativa ambiciosa que precisamos tomar para garantir um planeta mais saudável para todos – incluindo os animais”, defende.

O PNUD lembra que ajudar os animais e conservar seus habitats é primordial para alcançar o ODS 14, sobre vida na água, e o ODS 15, sobre vida terrestre.


Fonte: https://nacoesunidas.org/embaixador-da-onu-e-empresas-pedem-que-anunciantes-contribuam-com-protecao-dos-animais/

Rio+20 ao vivo!