Ir para o conteúdo

Bertoni

Tela cheia

Blog do Bertoni

3 de Abril de 2011, 21:00 , por Desconhecido - | No one following this article yet.
Licenciado sob CC (by)

Synaptic, software brasileiro que há 15 anos facilita a instalação de programas no Linux

1 de Dezembro de 2016, 11:10, por Bertoni

O Synaptic é um aplicativo que atua como uma interface gráfica amigável para o sistema de gerenciamento de pacotes (programas) APT, utilizado no Debian e outras distribuições derivadas dele, como Ubuntu, Mint, Bodhi, etc.

Lançado em 13 de novembro de 2001, há 15 anos, o Synaptic foi criado pelo brasileiro Alfredo Kojima, quando trabalhava na empresa Conectiva Linux, de Curitiba.

O Synaptic combina a simplicidade do "aponte-e-clique" da interface gráfica com o poder do apt-get (uma ferramenta em linha de comando do terminal). Você pode:

  • Instalar, remover, configurar ou atualizar pacotes de software;
  • Navegar, classificar e procurar a lista de pacotes de software disponíveis;
  • Controlar os repositórios ou atualizar o sistema inteiro;
  • Enfileirar uma certa quantidade destas ações para serem executadas de uma só vez.

O Synaptic informará sobre as dependências (pacotes adicionais necessários para o pacote do software que você escolheu), bem como sobre os conflitos com outros pacotes que já estão instalados em no sistema.

O Synaptic também é capaz de corrigir pacotes quebrados, ou seja, programas que foram baixados e instalados no computador, mas que apresentam algum problema e não podem funcionar corretamente.

Para instalar o Synaptic na maioria das distribuições Linux que usam os pacotes .deb basta abrir o Terminal (Konsole) e digitar o seguinte comando:

sudo apt-get install synaptic

informar a senha e seguir as orientações que aparecerão no Terminal (Konsole)

Na versão 0.83 disponível no Ubuntu 16.04 LTS não aparece o Filtro Rápido (de pesquisa), que facilita ainda mais a vida de quem procura por algum pacote a ser instalado.

Inslatar o filtro é coisa rápida. De novo no Terminal (Konsole)

sudo apt-get install apt-xapian-index -y


e na sequência

sudo update-apt-xapian-index -vf

Pronto, a abrir o Synaptic o Filtro Rápido (de pesquisa) apareceu na Barra de Ferramentas do Synaptic 0.83, como vemos na figura abaixo:

Synaptic 0.83

Feito isso, você fica com a opção de instalar os pacotes via terminal ou através da interface gráfica do Synaptic.



Senado golpeia o Brasil e aprova austerícidio que congela gastos com os mais pobres

30 de Novembro de 2016, 9:42, por Bertoni

Aproveitando-se da Comoção Nacional em torno do acidente com o avião que transportava jornalistas, jogadores e a comissão técnica da Chapecoense, senado golpeia o povo pelas costas e aprova a PEC da Morte, que congela gastos sociais

Da CartaCapital

Proposta segue agora para análise em segundo turno, marcada para o início de dezembro. Foram 61 votos a favor e 14 contrários

Wilson Dias/Agência BrasilProtesto contra a PEC 55 Bombas de gás e spray de pimenta foram lançados nos manifestantes contrários à PEC 55 em Brasília

Em meio a manifestações contrárias do lado de fora do Congresso e discussões entre os parlamentares, o plenário do Senado aprovou, por 61 votos a favor e 14 contrários, na noite desta terça-feira 29 a Proposta de Emenda à Constituição 55 (PEC 55), que congela os investimentos em áreas como saúde e educação pelos próximos 20 anos.

Agora, a proposta segue para análise em segundo turno, marcada para acontecer no dia 13 de dezembro. A PEC 55, que tramitou na Câmara dos Deputados com o nome de PEC 241, foi enviada ao Congresso pelo presidente Michel Temer no primeiro semestre.

A proposta já foi aprovada em dois turnos pelos deputados, mas, como se trata de uma mudança no texto constitucional, a aprovação no Senado precisa ter o apoio de três quintos dos senadores (49 de 81), nos dois turnos, para virar lei.

Plenário do Senado Senador Eunício de Oliveira (PMDB-CE) lê relatório sobre a PEC 55 no plenário do Senado

O resultado mais importante da aprovação definitiva da proposta será uma redução significativa nos gastos com educação e saúde, os únicos da proposta que exigem uma mudança da Constituição. Haverá grande impacto sobre a parcela mais pobre da população e estímulo aos negócios privados nas duas áreas.

Após a leitura do relatório sobre a PEC, realizada pelo senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), houve discussões entre Renan Calheiros e a bancada de senadores do PT a respeito do adiamento da votação e da ausência de manifestantes nas galerias do Senado. Calheiros manteve a votação, justificando que ela havia sido acordada anteriormente entre os parlamentares.

O senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) defendeu a aprovação da medida, afirmando que "saúde e educação não têm teto, têm piso" e que "priorizará as áreas que precisam ser priorizadas" no Orçamento. 

Ainda no início da tarde, os parlamentares fizeram ponderações favoráveis e contrárias sobre a proposta. 

Para a senadora Fatima Bezerra (PT-RN), a PEC é mais um passo para tornar nulos os direitos sociais previstos na Constituição de 1988. Na avaliação da senadora, que manifestou-se antes do início da votação, com menos investimentos em saúde e educação, a população pobre será a mais afetada. 

"Serão atingidos quem? Saúde, educação, ciência, tecnologia, agricultura familiar, Previdência. A reforma da previdência é tão, tão, tão urgente assim? Não, não é. É porque é de lá que querem tirar o dinheiro para viabilizar o desastre que é a PEC 55", declarou o senador Paulo Paim (PT-RS).

Aliado do governo Temer, Ronaldo Caiado (DEM-GO) disse que a PEC 55 não era uma medida dura, mas, sim, "adequada" para o momento do País.

"Por que esse alarde todo? Nós vamos conter os gastos. Eu sei que o PT sempre foi a política perdulária. Achar que pode gastar dentro de uma visão de poder, de projeto de poder, não do bem-estar dos cidadãos. Essa é a grande verdade. A medida é dura? Não. Ela é exatamente adequada para o momento", afirmou. 

 Manifestações em frente ao Congresso 

Protesto contra a PEC 55 no Senado Federal

Protesto puxado por estudantes e movimentos sociais contra a PEC 55 sofreu repressão da polícia

Contrários à proposta, movimentos sociais e estudantes marcharam em Brasília, em frente ao Congresso, em protesto à aprovação. Por volta das 17h30, quando iniciou-se as discussões sobre a PEC, o gramado do Congresso virou um campo de batalha entre os manifestantes e a Polícia Legislativa. 

Houve tumulto e correria generalizada quando a polícia começou a jogar centenas de bombas de gás e spray de pimenta nos manifestantes. Relatos contam que muitos passaram mal por causa dos efeitos do gás. 

Alguns participantes do protesto teriam arremessado pedras e colocado fogo no gramado em frente às casas legislativas e dois carros também foram virados.

Protesto contra  PEC 55 Manifestantes viraram um carro em frente ao Congresso. A polícia respondeu com centenas de bombas de gás

Após a ação das polícias, os manifestantes dispersaram-se e dirigiram-se para a Catedral de Brasília, na Esplanada dos Ministérios, próxima ao Congresso. 

A Polícia Legislativa estimou o número de manifestantes entre 20 e 30 mil. Já a PM do Distrito Federal calculou que 10 mil participaram do protesto. 

A sessão, que iniciou as discussões sobre a PEC 55 por volta das 17h, chegou a ser paralisada brevemente por gritos de uma manifestantes contrária à PEC 55. A transmissão da TV Senado também foi suspensa. Por conta desta manifestação, Renan Calheiros não permitiu a presença de manifestantes nas galerias, o que foi criticado por alguns senadores da oposição.  

Manifestantes contra a PEC dos Gastos em BrasíliaManifestante usa camiseta com críticas à Michel Temer e à PEC 55

Homenagens à Chapecoense 

Mesmo diante da onda de escândalos da última semana, envolvendo Michel Temer e figuras do alto escalão do governo, e do acidente aéreo que vitimou 75 pessoas na madrugada desta terça 29, entre jogadores da Chapecoense, comissão técnica e jornalistas, a votação no Senado foi mantida. 

Por conta da urgência da pauta, senadores de Santa Catarina optaram por viajar para homenagear o time de Chapecó (SC) apenas após a votação. Ao lado de outros senadores, eles manifestaram pesar pela tragédia.

Ao abrir a sessão, o senador Jorge Viana (PT-AC) pediu um minuto de silêncio.

"O Brasil inteiro sente essa tragédia. E nós aqui, no Senado Federal, não poderíamos iniciar os trabalho sem fazer essa homenagem às vítimas", disse o senador. 

Leia também

Fonte: CartaCapital



Semana de Cinema Russo no Rio de Janeiro

29 de Novembro de 2016, 15:17, por Bertoni

Cartaz

MOSTRA RUSSA 2016

Sala 4 – Censura 12 anos



Dia 01/11 (quinta-feira)

Horários: Abertura: 20h

Filme: 21h

LIRISMOS (Filme de abertura)

Ano: 2016

Gênero: Melodrama

Direção: Nikolay Burlak

Elenco principal:

- Sergey Varchuk

- Galina Bokashevskaya

- Liza Arzamasova

- Yuri Tchernov

- Maksim Kolosov

Duração: 65 min

Sinopse: É muito comum as pessoas acharem que o mundo do teatro e do cinema é dominado por intrigas e vaidades. Mas vamos olhar por outro ângulo... Os heróis das miniproduções que fazem parte do almanaque “Lirismos” são simples e humanos. Eles não correm atrás do lucro, não calculam os movimentos... Eles apenas seguem o seu coração.

 

Dia 02/11 (sexta-feira)

SENHOR DO TEMPO

Horário: 19h30

Ano: 2015

Gênero: Detetive-histórico

Direção: Alexander Barshak

Elenco principal:

- Andrey Smolyakov

- Kirill Kozakov

- Kirill Yermitchev

- Stanislav Tikunov

- Victória Zabolotnaya

Duração: 92min

Sinopse: O que aconteceria se nos infiltrássemos em outro espaço histórico? O que ocorreria se o passado não fosse mais “como era antes”? Seria possível mudar o presente se voltássemos a um momento histórico crucial, modificando o rumo habitual das coisas?!

Muito provavelmente quem iria se transformar seria o próprio intruso. Para mudar a vida e “salvar a humanidade” é preciso estar aqui... e agora.

 

Dia 03/11 (sábado)

Filme: SOBRE O QUE OS FRANCESES NÃO FALAM

Horário: 19h30

Ano: 2016

Gênero: Comédia

Direção: Vladimir Shevelkov

Elenco principal:

- Kirill Varaksa

- Maria Valeshnaya

- Masha Fomina

- Sergey Miguitsko

- Guennady Smirnov

Duração: 110 min

Sinopse: A trama se desenrola em São Petersburgo durante as famosas Noites Brancas. E exatamente nesta época começam a acontecer milagres... Um jovem como outro qualquer, Tillima Papaleksiev é surpreendido por coisas místicas. Donada, ele ganha poderes mágicos que lhe permitem conseguir tudo que ele deseja! Em apenas uma semana a vida do rapaz vira de cabeça para baixo.

A propósito, muitos anos atrás essa mesma história aconteceu com o próprio Napoleão! Mas os franceses preferem não tocar no assunto...

 

Dia 04/11 (domingo)

Filme: O PEIXE DOS SONHOS

Horário: 19h30

Ano: 2016

Gênero: Comédia, humor negro

Direção: Anton Bilzho

Elenco principal:

- Vladimir Mishukov

- Sevéria Yanushauskayte

- Maxim Vitorgan

Duração: 70 min

Roman, um legítimo “intelectual de São Petersburgo” e revisor por herança, chega ao pequeno resort Narva-Jöesuu, na Estônia, em busca de inspiração e tranquilidade. A tarefa da vez é revisar a enciclopédia “Peixes do Mar Báltico”, feita neste mesmo lugar por um ganhador do Prêmio Nobel, Professor Polyansky. Esse trabalho é muito importante para Roman. Tudo teria corrido conforme planejado, se um dia ele não tivesse nadado para bem longe e não encontrasse a Helena que mudou completamente a sua visão do mundo...

 

Dia 05/11 (segunda-feira)

Filme: TELI E TOLI

Horário: 19h30

Ano: 2015

Gênero: Melodrama

Direção: Alexander Amirov

Elenco principal:

- Kakhi Kavsadze

- Dagun Omayev

- Anatoly Dzivayev

- Nanuli Saradzhishvili

- Soslan Fidarov

Duração: 74 min

Sinopse: A história ocorre nas montanhas do Norte do Cáucaso, na fronteira de dois povoados–Toli, da Ossétia, e Teli, da Geórgia–, e conta da vida cotidiana do povo local – pessoas simples e de boa índole que estão prestes a ser separados por uma fronteira oficial. Mas o que eles mais desejam é viver em paz e harmonia, seguindo a tradição centenária de seus avós e bisavós. Segundo os costumes do Cáucaso, os conflitos se resolvem de forma pacífica – em uma mesa farta, regada pelo bom vinho e música...

 

Dia 06/11 (terça-feira)

Filme: DAS 5 ÀS 7

Horário: 19h30

Ano: 2015

Gênero: Drama

Direção:Vladimir Shchegolkov

Elenco principal:

- Alexander Ilyin

- Darya Melnikova

- Dmitry Mulyar

- Amadu Mamadakov

- Ilze Blauberga

Duração:107 min

Sinopse: Uma história sobre amor e traição. Tudo se submete ao amor: consciência, justiça, bom senso, morte e até o próprio tempo. Onde está a vida, está o amor. Ainda que este lugar seja um simples café em alguma parte do mundo. O amor é aqui e agora...

 

Dia 07/11 (quarta-feira)

Filme: CAMPINHO

Horário: 19h30

Ano: 2016

Direção: Eduard Bordukov

Gênero: Drama juvenil

Elenco principal:

- Sergey Romanovich

- Kirill Degtyar

- Sergey Podolny

- Anastassya Miloslavskaya

- Alexander Melnikov

Duração: 100 min

Sinopse: Kostya, Serj, Mel e Dançarino são melhores amigos, jovens e apaixonados por futebol de rua. Kostya é o melhor de todos. Sua namorada, Nastya, acha que ele deve levar seu talento a sério, mas Kostya não quer saber. O futebol de rua é a sua vida, e o campinho a segunda casa...

Um belo dia o time de Kostya se depara com um grupo de desconhecidos, liderado por Damir, um jogador profissional. Não querendo dividir o campinho, eles organizam um torneio improvisado, que aos poucos começa a atrair os moradores do bairro. A disputa aumenta, e agora não apenas o campinho está em jogo. O amor e a amizade entram em cena. Não há mais volta. O jogo se transforma em guerra...

 



Brasil em Regressão Geométrica

29 de Novembro de 2016, 10:52, por Bertoni

Desde 2013 o Brasil, ano a ano, piora em sua condição humana. O tal do brasileiro cordial vai se mostrando cada vez mais um mito diante de tanta brutalidade, burrice e intolerância expostas no Festival de Besteiras que Assolam o País - o FEBEAPA, termo cunhado por Stalinslaw Ponte Preta, pseudônimo de Sérgio Marcus Rangel Porto, cronista, escritor, radialista e compositor brasileiro.

E, infelizmente, tudo indica que em 2017 desceremos vários degraus, aprofundando ainda mais a mediocridade nacional.

Laerte Coutinho, resume isso muito bem!

 

Laerte sobre 2017

É como diz o provérbio inglês "Nothing só bad but it might be worse" ou "Não há nada tão ruim que não possa piorar"...



Solidariedade aos Chapecoenses!

29 de Novembro de 2016, 9:27, por Bertoni

O avião que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, sofreu um acidente na madrugada desta terça-feira (29).

Chapecoense de luto

Segundo autoridades colombianas, há 75 mortos e seis sobreviventes. O avião da LaMia, matrícula CP2933, decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com 81 pessoas a bordo: 72 passageiros e 9 tripulantes.

Aviãochape

O voo que transportava a equipe da Chapecoense partiu na noite de segunda-feira de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, em direção a Medellín.

A aeronave  perdeu contato com a torre de controle às 22h15 (local, 1h15 de Brasília), entre as cidades de La Ceja e Abejorral, e caiu ao se aproximar do Aeroporto José Maria Córdova, em Rionegro, perto de Medellín.

 

Aviao com equipe da chapecoense

ANAC

Em nota oficial a ANAC - Agência Nacional de Aviação Civil afirma ter negado autorização para o voo da LaMia a partir do Brasil e se solidarizou com os parentes das vítimas.

"A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) informa que a empresa boliviana Lamia Corporation solicitou autorização de voo à ANAC para o transporte do time de futebol Chapecoense que faria um torneio na Colômbia. O voo partiria do Brasil para a Colômbia, na segunda-feira, 29/11, segundo a solicitação. O pedido foi negado com base no Código Brasileiro de Aeronáutica (CBAer) e na Convenção de Chicago, que trata dos acordos de serviços aéreos entre os países. O acordo com a Bolívia, país originário da companhia aérea Lamia, não prevê operações como a solicitada.

Complementando a negativa do pedido, a ANAC informou ao solicitante do voo que o transporte poderia ser realizado por empresa aérea brasileira e/ou colombiana, conforme a escolha do contratante do serviço, nos termos dos acordos internacionais em vigor.

A ANAC se solidariza com os familiares das vítimas do acidente ocorrido nesta madrugada, 29/11, com o time da Chapecoense, nas proximidades de Medellín, na Colômbia."

Forçachape

Nossa solidariedade a todos os chapecoenses e familiares de todos os profissionais vítimas desta tragédia.

#ForçaChape



Bertoni