Ir para o conteúdo

Bertoni

Voltar a Blog do Bertoni
Tela cheia

Deus nos livrou do reaça brazuca, mas não do argentino!

12 de Março de 2013, 21:00 , por Bertoni - 22 comentários | 1 person following this article.
Visualizado 330 vezes
Licenciado sob Copyleft

Dias piores virão e a Igreja Católica faz voto de retorno inconteste à Idade Média.

Deus nos livrou do reaça brazuca, mas não do argentino que, segundo o livro "El Silencio" (Editorial Sudamericana), de Horacio Verbitsky, o ex-cardeal primaz da Argentina, Jorge Bergoglio, agora papa Francisco I, contribuiu para a detenção, pelas Forças Armadas do país vizinho, de dois sacerdotes que trabalhavam sob seu comando na Companhia de Jesus: Francisco Jalics e Orlando Yorio, em 1976.

Não será, ou não deveria ser, nenhuma surpresa para os defensores da Democracia e dos Direitos Humanos se aparecem documentos vinculando o recém-eleito papa à AAA (Tríple A ou Alianza Anticomunista Argentina) irmã de sangue e ideologia do brasileiro CCC - Comando de Caça aos Comunistas.

A Igreja Católica troca um nazista alemão por um nazi-fascista argentino. O retrocesso é grande.

O alvo é claro

Assim como Pio XII calou-se contra as atrocidades cometidas pelo regime nazista de Hitler, João Paulo II trabalhou para acabar com o comunismo no Leste Europeu. Agora Francisco I deverá enterrar o pouco que sobrou da Teologia da Libertação e atacar os governos progressistas da América Latina que cometem o pecado de transformar trabalhadores pobres em cidadãos de seus países.

Os donos de Roma, aliados aos donos de Washington não podem permitir que coisas do tipo continuem a acontecerno seu quintal.

Preparemo-nos, pois o Chico I vai descer no Brasil na época da Jornada Mundial da Juventude, que acontecerá no Rio de Janeiro, de 23 a 28 de julho.

Quer saber mais sobre o Chico I? Então, leia aqui

E, por favor, não confunda sua fé em Deus com as maracutaias políticas e econômicas do Vaticano, que é formado por mortais corruptíveis como quaisquer outros.

Na Foto: o então Jorge Bergoglio, atual Francisco I, nos anos 1970 feliz da vida ao lado do ditador argentino Jorge Videla, que seria em 22 de novembro  de 2010,  julgado e condenado a prisão perpétua e destituído da patente militar pela morte de 31 prisioneiros que ocorreram após o golpe de estado por ele comandado.

Veja também: 

Novo papa já foi acusado de cumplicidade com crimes da ditadura argentina


Tags deste artigo: ditadura videla francisco i anticristo idade média fim do mundo governos progressistas nazi-fascismo terror intolerância discriminação deduragem arapongagem

22 comentários

  • Imagem 180 minorluiz skora
    13 de Março de 2013, 15:22

     

    junto com os padres também foram presos alguns catequistas que estavam com eles (5 ou 7) destes catequistas não se tem notícia até hoje.


    • Liberte se minorBertoni
      13 de Março de 2013, 16:12

      Polacus Doidus I

      Só a eleição de Polacus Doidus I poderia salvar a milenar organização que está fortemente metida com o que há de pior no mundo dos humanos. Agora, o caldo vai entornar. Para os cristãos e não cristãos. Oremus!


Enviar um comentário

Os campos realçados são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

Cancelar

Bertoni